Conecte-se conosco

Abuso Sexual

Menina de 12 anos é levada para dar à luz e polícia investiga estupro

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Uma menina de 12 anos que estava grávida foi levada às pressas para o hospital e teve um parto prematuro no domingo (7) na cidade de Prado (BA). O bebê morreu. A menina teve alta do hospital e foi acolhida pela avó. As informações são do Uol.

De acordo com a Polícia Civil, um homem, de 46 anos, que acompanhava a criança no hospital é suspeito de ser o pai do bebê. Ele está sendo investigado pelo crime de estupro de vulnerável.
Conforme o delegado Kleber Gonçalves, responsável pela investigação, a ocorrência foi registrada na cidade de Teixeira de Freitas, devido ao plantão do final de semana.

“Já instauramos o inquérito e estou em contato com a delegacia de Teixeira para pegar o caso. Acredito que quem registrou o caso não tinha informações para instaurar a prisão em flagrante”, afirmou o delegado ao Uol.

Kleber Gonçalves informou ainda que vai avaliar se pedirá a prisão preventiva do homem que se apresentou na delegacia. No boletim de ocorrência, o suspeito alegou que convivia com a criança há seis meses e que o pai dela teria permitido a relação.

“Os pais podem ser responsabilizados também, porque não pode haver convivência marital desse jeito. Vamos investigar o caso como estupro de vulnerável. E, em relação aos pais, apurar o abandono material e intelectual”, informou o delegado.

A assistência social será acionada para fazer uma escuta especializada da criança, para não expô-la à revitimização. Também devem ser ouvidos pela polícia o pai, a mãe e a avó da menina.

FONTE: ISTOÉ

Leia mais...
Propaganda

Mais lidas