Conecte-se conosco

Economia

Lojas Renner vem a Nova Serrana em busca de negócios

Avatar

Publicados

em

Centro de Promoção de Negócios, desenvolvido pelo Sindinova é visto como diferencial para estreitamento de relações sem atravessadores entre fabricantes e grandes redes lojistas

Após as Lojas Mariza virem a Nova Serrana em busca de negócios com o setor calçadista, nesta semana mais uma gigante do vestuário varejista buscou negócios na capital do calçado.

Na última terça-feira, dia 28 de agosto, em mais uma rodada de negociações promovida pelo Sindinova, através do Centro de Promoção de Negócios (CPN) representantes das Lojas Renner realizaram prospecções com fabricantes da linha feminina adulto.

Tendo como atrativo o atendimento direto e sem atravessadores, o CPN oferece tanto aos lojistas quanto aos fabricantes um espaço para transações comerciais e fortalecimento do Arranjo Produtivo Local (APL).

A estrutura montada com este propósito chamou a atenção das compradoras da rede de lojas. “Ficamos muito impressionadas com a estrutura. Estamos bem contentes por ter achado o Sindinova e este projeto do CPN, porque nós estávamos tentando encaixar a agenda com os fornecedores e sem o Sindinova não seria possível. Nos proporcionou um dia inteiro de atendimento, foi bem proveitoso”, avalia Lettícia Guimarães, compradora de calçados femininos da Renner.

CONTATO DIRETO – As possibilidades de estreitamento de relação e contato direto com os fornecedores, são consideradas por Lettícia como “uma grande vantagem, é muito melhor, a relação fica muito mais fácil, o atendimento é direto e mais rápido. Hoje a gente sabe que tempo é dinheiro, então, a gente precisa ter o contato direto com as fábricas para ficar cada vez mais viável e rápido o nosso trabalho”.

Segundo a representante das lojas Renner o CPN poderá ser um local de novos eventos entre o Grupo e os fornecedores. “A gente vê, inclusive, uma oportunidade para futuros projetos, treinamentos, eventos, que a gente pode fazer da nossa empresa junto aos nossos fornecedores que a gente está buscando”, afirmou.

QUALIDADE – A designer de calçados femininos, Pâmella Hiller, destacou a qualidade dos produtos apresentados. “A gente observou em várias fábricas produtos com qualidade e com uma informação de moda, design diferenciado, então, conseguimos contatos bem bacanas e empresas bem estruturadas que estão crescendo e se desenvolvendo mais nesta área”, enfatizou.

Ao fomentar a produtividade dos fabricantes de calçados da região, o CPN estimula toda a cadeia produtiva e possibilita, especialmente aos micros e pequenos produtores que suas marcas sejam difundidas para novos clientes e mercados.

Continue Lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas