Conecte-se conosco

Segurança

Investimento, estratégia e comprometimento fazem índices da criminalidade reduzirem em Nova Serrana

Publicados

em

Equação promove redução dos crimes violentos em Nova Serrana e cidade que já foi a líder de roubos no estado figura entre as que obtiveram maior redução de índices criminais em Minas Gerais

A criminalidade em Nova Serrana tem sido combatida com uma equação que tem dado certo na cidade, a prova disso é que a cidade que era considerada uma das mais violentas de Minas Gerais, sendo a cidade com maior número de crimes violentos no estado, em janeiro de 2017, hoje é a sétima do estado com a maior redução de criminalidade.

Segundo os dados apresentados pelo Comando do 60º batalhão da Polícia Militar em Nova Serrana, a cidade contabilizou entre os meses de janeiro e junho de 2017, 1.131 roubos, sendo esse o crime violento de maior incidência no município.

Contudo após a mudança de estratégia e investimentos na segurança pública, o município fechou o mesmo período em 2018 com 670 roubos, o que representa uma redução e aproximadamente 40% dos crimes violentos no município.

 Outros crimes violentos

Os dados pontuados pelo comando ainda expõe que em crimes como homicídios os resultados também representam um ganho para a região atendida pelo 60º BPM. Conforme apresentado de janeiro a junho de 2017, ocorreram 18 homicídios na região atendida pelo Batalhão e em 2018 foram aferidos 16 crimes.

Quando se fala de Nova Serrana a cidade somou 12 homicídios no primeiro semestre de 2017, já em 2018 no mesmo período foram contabilizados pela Polícia Militar nove homicídios o que representa uma redução de aproximadamente 33% .

Segundo o comandante do 60º BPM, Tenente Coronel Wemerson Lino Pimenta, cada crime combatido é extremamente relevante para que o município obtenha uma redução relevante.  “Roubos e homicídios são os que mais impactam quanto aos crimes violentos, os demais, temos uma incidência menor. É claro que todo crime é ruim, e por isso que temos que contabilizar e mover esforços para cada ação criminosa combatida, cada crime evitado, cada crime a menos representa muito nas estatísticas de redução de criminalidade”, disse o comandante.

 Igesp Focal

A Integração da Gestão em Segurança Pública (Igesp), valida os municípios mais violentos do estado e em 2017 a cidade figurava entre a mais violenta de Minas devido aos índices criminais de crimes violentos.

Contudo os dados atuais colocam Nova Serrana em destaque no Igesp Focal, mas pela redução dos crimes violentos. “Igesp monitora os 20 municípios em Minas com maior número de roubos. Em 2017 éramos o primeiro com maior número de roubos. Hoje somos o sétimo com maior redução deste tipo de crime entre as cidades avaliadas pelo monitoramento. Quando falamos de Minas somos ainda o 18º batalhão com maior redução de crimes no Estado e isso  entre as mais de 80 unidades de Polícia Militar”. Ponderou o comandante do 60º BPM.

Equação da redução da criminalidade

Em Nova Serrana os roubos eram a maior preocupação quanto a segurança pública, segundo o comandante essa prática criminosa representam a grande maioria dos crimes que são praticados em Nova Serrana.

O comandante aponta que o desafio ao assumir o 60º BPM foi de combater e reduzir esses índices em Nova Serrana. “Os roubos sempre foram o crime que demanda maior atenção, ele representa 90% dos crimes violentos. Desde que assumi o comando o maior desafio é reduzir esse tipo de crime. O controle a repressão dos roubos é nosso maior foco. O homicídio causa temor e clamor público, aqui ele está muito ligado ao tráfico de drogas, mas entendemos que os roubos sempre foram uma preocupação maior na cidade, pois elevam relevantemente os índices de criminalidade do município”. Explicou o comandante.

Para conseguir essa redução vários fatores foram relevantes, desde os investimentos públicos ao empenho dos militares construíram a redução dos crimes constatados nos dados apresentados. “Temos em Nova Serrana todo o aporte que temos recebido das autoridades públicas e privadas, apoio em logística, ampliação do efetivo as câmeras de vídeo monitoramento, apoio com doação de viatura e o emprenho dos policiais quanto ao cumprimento do seu trabalho e combate a criminalidade, todos esses fatores em conjunto são somados e auxiliam quanto a redução da criminalidade”. Pontuou o Ten. Cel Wemerson Lino Pimenta.

 Estratégias

As estratégias e filosofia que vem sendo empregadas na cidade têm causado resultados que cooperam para a redução da criminalidade, haja vista o número de armas apreendidas no município.

De acordo com os dados apresentados pelo 60º BPM, somente na última semana foram cinco armas de fogo apreendida, e o trabalho de repressão qualificada vem acontecendo desde 2017 quando o município contabilizou 87 armas apreendidas no primeiro semestre, já  em 2018 no mesmo período foram apreendidas 62 armas de fogo até o presente momento.

Segundo o comandante “as estratégias seguem um planejamento desde 2017, são duas grandes pilares, o foco na prevenção e na operação de repressão qualificada no envolvimento de inteligência e outros órgão. Nosso principal foco é não permitir que o crime ocorra, e em um trabalho conjunto com o Ministério Público, realizamos um trabalho cirúrgico quanto o combate a criminalidade”, disse o Ten. Cel. Wemerson Lino Pimenta.

O sucesso das operações podem ainda ser vistas quanto a participação no combate a criminalidade, “as denuncias do 181 tem aumentando e isso porque a população tem confiado no nosso trabalho, temos dado muita prioridade as denuncias, fazemos apreensão de armas, de drogas, prisões em flagrante não só tem aumentado o número de denúncias mas o número de denúncias com sucesso de apreensões”. Disse o comandante.

Os dados da PM apontam que em Nova Serrana de todas as denúncias do 181 que são recebidas pelo menos 51% são bem sucedidas,  pra o comandante esses dados representam o sucesso da corporação uma vez que “esses números são difíceis de se alcançar, para se ter uma ideia a meta da PM é ter 30% de sucesso no 181, e temos obtido 50%, isso é uma comprovação de que a população tem confiado em nosso trabalho, de que a polícia tem obtido êxito quanto ao trabalho preventivo”. Afirmou.

Por fim o comando ressaltou que a população deve esperar a continuidade do comprometimento dos militares e de um trabalho estratégico para continuar na busca de uma cidade mais segura. “Não sou leviano em dizer que a criminalidade vai acabar num todo, mas hoje temos um controle, temos estratégia. Entendo que vamos continuar com as ações que estão dando certo, as ações repressivas e repressivas, de visibilidade, cerco e bloqueio, de blitz, são estratégias que vamos seguir, mantendo como alvo o comprometimento que temos com segurança pública da cidade”. Finalizou o comandante.

 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas