Conecte-se conosco

Colunistas

INSTABILIDADE – DENÚNCIA – COBRAR É MAIS FÁCIL – PAULO, JOEL E FÁBIO – PROJETO MAIOR

Welder Gontijo

Publicados

em

INSTABILIDADE – DENÚNCIA – COBRAR É MAIS FÁCIL – PAULO, JOEL E FÁBIO – PROJETO MAIOR

Divulgada a primeira pesquisa de aprovação do governo Bolsonaro, os números indicam que o índice de aprovação de seu governo é o menor desde os governos Fernando Henrique Cardoso, Lula e Dilma, ambos com dois mandatos. Segundo a pesquisa CNT/MDA os números de aprovação de Bolsonaro, divulgados nesta terça-feira, apenas 39,8% entendem ser boa ou ótima. Um dos pontos que podem ter influenciado esse desempenho do novo governo pode estar atrelado à reforma da previdência que segundo a mesma pesquisa é rejeitada por 45,6% da população.

 INSTABILIDADE

Em Minas o governador Romeu Zema vem sendo responsabilizado por lideranças políticas por dificultar a instauração de uma CPI que tem por finalidade, investigar as tragédias ocorridas pelo rompimento de barreiras da Vale no estado. Sofre ainda, pressão para demitir o atual secretário de meio ambiente que tem laços com ex-mandatário Fernando Pimentel. A insatisfação de servidores do estado pelo atraso no pagamento de salários e décimo terceiro, bem como o descontentamento de prefeitos nos repasses, já tem propiciado um clima de instabilidade no governo. De 77 deputados estaduais, segundo uma pesquisa realizada na Assembleia de Minas, apenas 22 deputados são declaradamente da base do governo. Passado o período de campanha, é necessário deixar de lado os discursos eleitorais e colocar em prática as ações propostas. É claro que ainda está muito cedo para se cobrar com veemência, mas as atitudes que eram praticadas pelo governo anterior, especialmente quando se trata de pagamentos a servidores e repasses aos municípios, continuam sendo praticados. É hora de se abrir ao diálogo em busca da governabilidade.

 DENÚNCIA

Nesta terça-feira ocorreu à quarta reunião ordinária da câmara de vereadores, pauta sensivelmente distinta da que fora previamente divulgada. O uso da tribuna ficou por conta do advogado Bernardo Ferraz, ex-diretor do Procon municipal, que pelas redes sociais vem apresentando descontentamento com a atual gestão municipal. Bernardo na última segunda- feira dia 25/02 foi alvo de denúncia junto ao Ministério Público sobre uma possível prática de crime por improbidade administrativa praticada quando ainda era diretor do Procon local. A denúncia vazada em redes sociais levou o mesmo a utilizar da tribuna do legislativo municipal, o qual em sua fala se disse tranquilo e seguro de todas as ações praticadas à frente da unidade, informando ainda já ter prestado esclarecimentos ao Ministério Público e se disponibilizando a qualquer autoridade competente.

VOTAÇÃO

Entre tantos projetos votados na noite, destaque para a votação e aprovação do projeto de lei 7/2019 que concede autorização ao município, para contratar valores superiores a cinco milhões de reais junto a Caixa Econômica Federal. Segundo os vereadores, mesmo sendo encaminhado recentemente e com ausência de documentos fundamentais, estes não mediram esforços no intuito de colaborar com o objeto do projeto, ou seja, o asfaltamento de diversas ruas, sendo a maior parte do lado de cima da BR-262.

 COBRAR É MAIS FÁCIL

É fato que os vereadores não manteriam sob suas responsabilidades um projeto de extrema relevância como este. A cidade nos últimos tempos vem experimentando um tempo de recessão, quando se trata de obras. Os paliativos que vem sendo feitos, definitivamente não tem agradado a população. Para se ter ideia a obra da ponte do bairro são Geraldo, que já teve seus recursos repassados ao caixa do município e que deveria estar pronta em 90 dias, inexplicavelmente há mais de um ano continua inacabada.

 PL 13/2019

O projeto de lei 13/2019, de autoria do legislativo municipal, também aprovado e que agora segue para sanção do prefeito municipal, prevê a proibição pela Copasa da cobrança da tarifa de esgoto sanitário de 40% sobre o valor do consumo até que a prestadora trate integralmente todo o esgoto do município. Em áudio plantado pelo executivo nesta semana foi afirmado que o tratamento com a Copasa será “pau na moleira”. Está ai uma ótima oportunidade para começar a cumprir o prometido, não vetando o projeto.

 FAVORECIMENTO

Outro projeto que promete causar polêmica é o projeto que prevê a ligação da Avenida José João Rodrigues à marginal da BR-262. O projeto original deve ser objeto de um projeto substitutivo, ainda sem garantias de aprovação. Ao que se parece, em sua fase inicial, o mesmo ainda não contempla toda legitimidade documental, é carente de autorização do DNIT, de impactos ambientais, estudos de viabilidade, entre outros. Segundo, extra-oficialmente informado, o projeto como foi proposto apresentaria ganhos imensuráveis ao permutante, que além dos valores avaliados, seria beneficiado com a infraestrutura realizada e suportada pelo município no local, valorizando ainda sua área remanescente. Caso seja concluído na forma como foi apresentado, poderá ocasionar um congestionamento ainda maior em horários de pico junto à rotatória próxima à rodoviária.

 REVOGAÇÃO E CRIAÇÃO

Ainda sobre a reunião da câmara, foi revogada resolução 244/2019 e aprovado o projeto de resolução 6/2019, que cria a CPI dos contratos de gestão da UPA local. Espera-se que a nova resolução implementada tenha observado os preceitos legais e que a partir de agora os trabalhos possam ser reiniciados e concluídos. A averiguação das denúncias apresentadas em tribuna pelo vereador Professor Willian tem causado expectativas na sociedade e o resultado das investigações é aguardado com ansiedade pela população.

 ENTREVISTA

Concedida na última quarta-feira, uma entrevista a Rádio Real FM pelo ex-prefeito Paulo César. Por aproximadamente uma hora, discorreu o ex-chefe do executivo municipal sobre seus feitos a frente do executivo municipal, bem como expressando sua análise pelo atual momento político, especialmente no âmbito municipal.

NÃO SE COMPARA

Perguntado sobre um áudio supostamente vazado em redes sociais, onde Paulo César teria declarado em forma de resposta a um internauta que o teria provocado, sobre a comparação entre os mandatos de Paulo, Joel e Euzébio o entrevistado explicou: “o áudio não foi vazado, eu gravei e publiquei em grupo de debates nas redes sociais. Sempre se fala que Nova Serrana foi governada por 28 anos, por dois gestores, eu e o Joel fizemos muito por esta cidade, as nossas administrações não se compara a esta que está aí”.

 ERROU O ENDEREÇO

De acordo com Paulo Cesar o atual gestor, foi a Goiânia buscar a implantação ou recursos para as passarelas de Gamas, Moreiras e Veredas da Serra. Porém, segundo o ex-prefeito, a empresa Triunfo que tem sede na capital do estado de Goiás, é responsável pela administração da BR-262 de Belo Horizonte a Gamas e que de Gamas ao bairro Veredas a responsabilidade não é da concessionária, motivo pelo qual não obteve sucesso. Citou ainda que a visita deveria ter sido feita ao DNIT, mas que para ter êxito é preciso ter representatividade junto ao órgão.

 CANDIDATO?

Questionado sobre a sua regularidade perante a justiça eleitoral foi enfático: “temos aqui na região o prefeito de Araújos que venceu as eleições e que estava na mesma situação que eu. Se decidirmos que serei candidato, entrarei na disputa. Temos uma boa assessoria jurídica que nos dá a tranquilidade de disputar as eleições”.

 GRUPO

Foi destacado ainda pelo entrevistado que neste momento trabalha para a consolidação de um grupo de apoio e que tem tido reuniões com direções partidárias, lideranças políticas, entre outros a fim de se formar um grupo forte de apoio, visando às eleições 2020.

 PROJETO MAIOR

Pelo que se ouviu na entrevista, o projeto de Paulo Cesar sobrepõe as eleições municipais de 2020. Em sua fala, declara o entrevistado que Nova Serrana pode ter um grupo de lideranças políticas, focado não só para as próximas eleições, mas fechado também para que tenha candidatos consolidados e com reais possibilidades de ocupar uma cadeira na Assembleia Legislativa bem como na Câmara dos Deputados Federais.

 JOEL E FÁBIO?

Questionado sobre a possibilidade de se haver uma união com seu tradicional adversário político Joel Martins, Paulo não titubeou, “eu quero o melhor para Nova Serrana, se este mandato a cidade estivesse sendo administrada pelo Joel ela não estaria desleixada como está. Eu não tenho dificuldade nenhuma em compor com quem quer que seja desde que seja para o bem da cidade. Quanto ao Fábio, eu o apoiei nas últimas eleições, ele faz um bom trabalho na Assembleia e Nova Serrana precisa dele lá”.

 EUZÉBIO

Indagado também sobre a possibilidade de compor com o atual prefeito, a resposta não foi muito entusiasta, porém política: “Com o atual gestor, talvez não seja viável e eu não faça parte dos planos dele”. Pelas declarações prestadas nos últimos dias soa mais com um desejo de não vincular sua imagem a imagem da atual administração.

 FLERTE

Pela segunda vez, em aproximadamente dez dias, é possível se identificar um “flerte” de Paulo Cesar em direção a Joel Martins. Muitos tem se perguntado se este “projeto maior” seria uma composição que pudesse elevar Paulo Cesar a prefeito municipal, Fábio Avelar a deputado estadual e Joel Martins a Deputado Federal. Se esse flerte poderá se tornar namoro somente o tempo poderá nos dizer. Sem duvidas a muito que ser discutido, porém o que não resta duvidas é que as eleições 2020 estão mais em evidências do que se possa imaginar.

WELDER GERALDO GONTIJO é advogado e contador, especialista em Direito e Processo do Trabalho, articulista político, foi secretario municipal de Nova Serrana na gestão 2013/2016.

Continue Lendo
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas