Conecte-se conosco

Governo Estadual

Hospital São José receberá pacientes encaminhados pelo SAMU

Avatar

Publicados

em

SAMU, Secretaria Municipal de Saúde e Hospital São José acertam últimos detalhes para inclusão na Rede Estadual de Urgência e Emergência

O Hospital São José está ainda mais próximo de receber oficialmente os pacientes encaminhados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Na manhã desta quarta-feira (25), uma reunião realizada na Secretaria Municipal de Saúde, ficou alinhando os últimos detalhes para que o Hospital São José comece a receber pacientes na rede de urgência do Estado.

Segundo o diretor técnico do SAMU, Marco Aurélio Lobão, a rede está ansiosa para iniciar o encaminhamento de pacientes para o hospital, que será a 19º porta a receber os assistidos pelo SAMU.

De acordo com Marco Aurélio Lobão o SAMU segue ansioso para início dos encaminhamentos para Nova Serrana. “Estamos ansiosos para este momento porque é uma população expressiva na região, se falarmos de uma região com aproximadamente 1,3 milhão de habitantes estamos falando de uma cidade com quase 10% da população regional, e que antes a gente tinha a necessidade de referenciar os pacientes levados a UPA pelo SAMU para outros municípios, e agora com a inclusão do Hospital São José a rede como nível 3 passamos a ter várias possibilidades de resolutividade de casos atendidos pelo SAMU aqui no próprio município”. Disse o diretor.

Lobão ainda explicou “para a população entender, quando um cidadão acionava o SAMU, ou mesmo o próprio município que acionava o serviço para encaminhamento em casos mais graves, nós não tínhamos essa referencia municipal para encaminhar o paciente, então sempre encaminhávamos casos com necessidade de avaliação ortopédica ou mesmo uma avaliação clinica de maneira mais intensa, tínhamos que encaminhar os pacientes para Pará de Minas ou outro hospital que faz parte da rede resposta que são compostos por 18 hospitais nas cidades atendidas pelo SAMU no centro-oeste”.

Porém agora com a inclusão da unidade o cidadão atendido pode vir a ficar em Nova Serrana de acordo com a complexidade do atendimento. “Nesse momento com a incorporação do Hospital São José poderemos encaminhar os pacientes para um hospital que fica dentro de Nova Serrana, então para os pacientes munícipes eles não precisarão mais, em casos que possam ser atendidos pela unidade, ser encaminhados para outros municípios”. Salientou Lobão.

Por fim o diretor técnico no SAMU ainda salientou que “outro ponto importante é o conceito de rede, o Hospital São José, assim que assinado o Termo de Responsabilidade, passa a fazer parte desta rede de atendimento, passando então a acolher todo o cidadão da macro-oeste que for referenciado pelo SAMU”. Finalizou.

Segundo a secretária Municipal de Saúde, Glaucia Sbampato “no dia 18 de setembro foi publicado a resolução 6839 oficializando a inclusão do município na rede de urgência, agora para inicio do atendimento falta apenas os últimos acertos técnicos que estão sendo feitos na reunião realizada nesta manhã (25 de setembro), e em seguida a assinatura do termo de compromisso que será encaminhado pelo Governo do Estado”.

A secretária finalizou ressaltando que “a inclusão do município pelo Hospital São José na rede de urgência é muito importante para o desenvolvimento da saúde de Nova Serrana. Com a inclusão o Governo do Estado passou a olhar de outra forma para cidade se tratando de saúde e infra-estrutura e sem dúvida esse foi um grande passo que abrirá portas para outras ações e benefícios que em breve serão divulgados”, finalizou a secretária.

O Hospital foi incluso na rede de urgência após realização de assembleia de secretários de saúde, que viram que o São José em Nova Serrana está apito para promover os atendimentos e amparo a rede resposta.

Ainda em agosto, mais especificamente no dia 21 de agosto, aconteceu a reunida da Comissão Inter-gestores Bipartite (CIB), que também viu com bons olhos a participação de Nova Serrana, na rede de urgência por meio do Hospital São José.

Vale também ressaltar que com a inclusão, o Hospital recebera recursos encaminhados pelo Governo de Minas, na ordem de R$ 100 mil mensais, valor diretamente relacionado ao fato do Hospital ser incluso na rede como uma unidade de complexidade porte 3.

Mais lidas