Conecte-se conosco

Infra-estrutura

Governo de Minas concede estádio do Mineirinho à iniciativa privada

Publicados

em

O estádio Jornalista Felipe Drummond, o Mineirinho, foi concedido à iniciativa privada, em sessão pública de licitação realizada na tarde desta quinta-feira (19/5), na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte. As informações são da Agência Minas.


O consórcio vencedor DMDL/Progen poderá explorar o espaço pelo prazo de 35 anos e será responsável pela reforma completa da estrutura, e também pela conservação e gestão do equipamento.

A previsão da empresa é de que durante todo o período da concessão sejam investidos cerca de R$150 milhões. Desse total, R$ 41 milhões deverão ser destinados à reforma do imóvel, que vai ocorrer logo nos primeiros dois anos de contrato.

Além disso, a concessionária pagará, ao longo dos 35 anos, um valor sobre as receitas que forem obtidas com a gestão do estádio. O contrato prevê o pagamento de outorga variável de 2% da receita bruta. Esse montante será aumentado em 1% a cada 5 anos de contrato vigente. Caso a concessionária não cumpra os indicadores de desempenho, os valores de outorga passam a ser de 4% no início do contrato, chegando a 9% ao final.

O secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, comemorou o sucesso da licitação, que vai permitir com que o estádio volte a ter notoriedade como um dos maiores espaços multiuso no Brasil.

“O Mineirinho é o maior estádio coberto do Brasil. Felizmente, ele agora vai ser operado de maneira decente, com as reformas que ele precisa, colocando Belo Horizonte em definitivo nos grandes circuitos de shows e eventos esportivos do país” completou.

Vale lembrar que, mesmo após a concessão, o Estado de Minas Gerais continuará sendo o proprietário do Mineirinho. Apenas a gestão, manutenção e exploração serão realizadas por uma empresa privada, pelo prazo de 35 anos, mediante a obrigação do concessionário de realizar investimentos de reforma e ampla modernização do imóvel.

Pampulha

A concessão do Mineirinho também vai contribuir para atração de novos negócios para região da Pampulha.

Em 2021, o Aeroporto da Pampulha também foi concedido pelo Governo de Minas à iniciativa privada e, agora, os dois equipamentos poderão formar um hub de turismo e investimento.

O estádio do Mineirinho está localizado próximo ao Conjunto Arquitetônico da Pampulha (Museu de Arte Moderna, Casa do Baile e Igreja São Francisco) e também de outro importante equipamento esportivo, o Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão).

Melhorias

Entre os benefícios esperados estão a ampliação e qualificação dos serviços oferecidos no Mineirinho, entre os quais estão oportunidades de convivência, cultura, lazer, entretenimento e integração da comunidade local. Espera-se, ainda, a qualificação e valorização da área, com ampliação das condições de segurança.

Também é obrigação da concessionária valorizar a vocação esportiva do ginásio, por meio da revitalização da quadra, onde são realizados os jogos. O edital também exige que o nome original do estádio seja mantido pela gestão privada.

Sobre o Mineirinho

Localizado no coração da Pampulha, região de Belo Horizonte cujo conjunto arquitetônico foi considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, o Mineirinho foi inaugurado em 1980, como maior ginásio coberto do Brasil. O imóvel possui área construída de 56 mil metros quadrados, distribuídos em nove níveis, e capacidade para o recebimento de aproximadamente 20 mil pessoas. Além disso, o local conta com mais de 75 mil metros quadrados de área externa.

Foto: Seinfra / Divulgação

 

Mais lidas