Conecte-se conosco

Colunistas

Empatia e seu poder

Dênio Benfica

Publicados

em

Uma característica comportamental muito valorizada atualmente pelo mercado de trabalho, a empatia é uma virtude pouco praticada nos dias de hoje, quando vemos a maioria dos indivíduos buscando apenas pensar em interesse e benefício próprio. A empatia é diferente de ser simpático. A empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro, de buscar entender o outro e o que passa em sua mente, como e o porquê de agir de tal forma. Porém pensando e se inserindo no cenário em que vive e de acordo com suas crenças e valores.

A empatia tem se tornado um diferencial competitivo individual, tanto no âmbito pessoal quanto no profissional. Existem pessoas que têm o dom natural para agir com empatia, pois quem possui essa característica consegue se destacar dos demais, se envolve mais com o todo, enxerga melhor as pessoas à sua volta, melhora seu desempenho e sua comunicação, se tornando mais eficiente.

A empatia é um elo da comunicação entre pessoas/partes, pois quando colocamos a empatia em prática, escolhemos as palavras e a forma com que vamos transmitir ao outro. É preciso ter sensibilidade de reconhecer as emoções que as outras pessoas nos transmitem naquele momento e avaliar o nosso momento. É necessário ter muita atenção em ser empático, é necessário que haja equilíbrio entre se colocar no lugar do outro e não nos afastarmos de nós mesmos.

Dentro de um processo de persuasão, por exemplo, ter empatia é fundamental para ter sucesso e, principalmente, para que a outra parte compreenda. Tão importante nos preocupar com a forma que falamos é a forma como escutamos. Para que as necessidades das duas partes sejam atendidas, devemos prestar muita atenção e ouvir o que nosso interlocutor fala.

Quando demonstramos empatia?

  • Quando ouvimos o outro na essência.
  • Quando entregamos algo a mais do que o outro espera.
  • Quando conseguimos mudar o dia de alguém
  • Quando agimos com gentileza.
  • Quando demonstramos equilíbrio emocional.
  • Quando respeitamos o outro.
  • Quando ajudamos na resolução de problemas e conseguimos deixar o outro em um estado de paz interior.

Quando não demonstramos empatia?

  • Quando focamos só em nós mesmos.
  • Quando não damos atenção aos outros.
  • Quando fazemos julgamentos e comentários maldosos que prejudicam ou ferem as outras pessoas.
  • Quando não entregamos ao outro a nossa melhor versão.
  • Quando fazemos algo esperando que façam o mesmo em troca.

A empatia faz com que busquemos ser melhores a cada dia, essa atitude contagia os outros em nossa volta, nossas ações retornam de forma positiva para a sociedade como um todo. Para potencializar a empatia, devemos ser mais abertos e disponíveis às outras pessoas, fazer coisas diferentes, sair de nossa zona de conforto, buscar por aventuras, conversar com desconhecidos, tentar entender suas opiniões, explorar novos aprendizados, novas vidas e culturas. A empatia é como se fosse uma via de mão dupla, construída sobre compreensão e aprendizado mútuo, onde haja troca de experiências relevantes. Aí, não unicamente desvendamos nós mesmos pela autorreflexão, mas também nos importando com a vida dos outros.

DÊNIO BENFICA é Administrador, MBA Controladoria e Auditoria, Pós Graduado em Engenharia de Produção, Coaching de Alta Performance e Desenvolvimento de Carreiras

Continue Lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas