Conecte-se conosco

Defesa civil

Corpo de Bombeiros e Defesa Civil de Nova Serrana se reúnem em busca de mapeamento pelo georeferenciamento

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Serviço que vem sendo implementado na cidade será utilizado pelos órgãos de defesa social buscando a prevenção de incidentes e perdas ocasionadas por enchentes e deslizamentos

Foi realizado na última segunda-feira, dia 12 de novembro uma reunião entre Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e representantes da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) para abordarem questões relacionadas aos riscos com enchentes e os benefícios relacionados ao georeferenciamento.

De acordo com comandante do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) em Nova Serrana, Tenente Thales Gustavo, a reunião aconteceu na sede do 3º pelotão de Bombeiros Militares de Nova Serrana, e teve como pauta o Cadastramento Técnico Multifinalitario por georreferenciamento.

Conforme pontuou o comandante o objetivo principal do trabalho é assessorar no plano diretor e plano de mobilidade urbana do Município. “O fruto desse trabalho possibilitará um mapeamento das áreas de risco do município, tais como: enchente, inundação, alagamentos, áreas com maior índices de casos de dengue, entre outros”. Ponderou o comandante Thales Gustavo.

Segundo João Donizete, Gestor do Projeto junto à UFSC, projeto semelhante já foi desenvolvido em Blumenau (SC) e Joinville (SC), comprovado como um grande apoio na atividade de monitoramento de famílias que residem em áreas de risco, através de   mapas e cadastro de pessoal.

Por fim o comandante Thales Gustavo reforçou ainda que “o CBM acompanhará o trabalho e disponibilizará informações de cadastros ja realizados a fim de otimizar os trabalhos”. Finalizou o comandante.

É importante ressaltar que em 2017, as chuvas que ocorreram entre os meses de novembro, dezembro e janeiro de 2018, promoveram várias enchentes e incidentes no município, e coma  chegada do período em 2018, tanto o CBM quanto a Defesa Civil se colocam em estado de alerta, e buscam ferramentas para que outras situações de risco popular sejam evitadas.

Ainda de acordo com o comandante o CBM segue em estado de alerta acompanhando as localidades de risco mapeadas e reforça que em caso de incidentes os populares devem acionar a unidade pelo telefone 193.

Leia mais...
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas