Conecte-se conosco

Governo Municipal

Coronavírus: Guarda Civil Municipal prende proprietário de bar por descumprimento ao decreto 25/2020

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

No último domingo, dia 22 de março a Guarda Civil Municipal (GCM) de Nova Serrana prendeu dois homens por abrirem um estabelecimento comercial e funcionarem em contradição a determinação do decreto 25/2020 emitido em combate ao coronavírus. Conforme informado, um dos suspeitos é dono do Bar, e ao ser preso criou tumulto e ameaçou um dos agentes.


Segundo o registro, durante patrulhamento preventivo, com o intuito de orientação e fiscalização referente ao DECRETO 025/2020, os agentes da GCM foram empenhados pela Central de Atendimento (CECOM) e comparecemos em um estabelecimento comercial, identificado como Bar do Rô, onde segundo informações recebidas via 153, o local estaria dando continuidade ao funcionamento com aglomerado de pessoas.

De acordo com a ocorrência, o funcionamento do bar acontecia mesmo tendo o proprietário do local sido orientado anteriormente, conforme B.O registrado pelos Agentes da GCM , por volta das 17h15 do mesmo dia.

Conforme  ocorrência, ao proceder uma nova abordagem, durante nossa parlamentação com o proprietário do local o mesmo negou a acatar o cumprimento da determinação, sendo que em ato continuo, iniciou-se um tumulto generalizado na porta do estabelecimento, tendo o suspeito, proprietário do local incitado os frequentadores contra a nossa guarnição GCM.

De acordo com a GCM durante o tumulto, um dos frequentadores recebeu voz de prisão em flagrante por desacato e foi em seguida colocado no interior da viatura. Em seguida o comerciante baixou as portas do estabelecimento, mas do lado de fora continuou a incitar os demais frequentadores.

Ainda de acordo com os relatos dados na ocorrência, devido o clima tenso, onde haviam no local cerca de 25 ou mais pessoas alteradas, foi acionado apoio de outra equipe GCM. Com a chegada da outra equipe, iniciou-se um tumulto generalizado, onde o proprietário do bar continuou a incitar os frequentadores contra os agentes e com isso, o mesmo acabou recebendo voz de prisão.

O suspeito no entanto ao perceber que seria preso, resistiu a ação dos agentes sendo então necessário o uso de força física moderada para prende-lo e consequentemente conduzi-lo até a viatura da Guarda Civil. Momento este em que vários frequentadores começaram a agredir os Agentes, com chutes e socos, ao ponto de conseguirem arrebatar o conduzido que se encontrava preso no interior da viatura. Porém, o comerciante, foi dominado e preso em flagrante.

Durante a prisão o mesmo passou desacatar e a ameaçar os Guardas em serviço. Durante a resistência a prisão o mesmo veio a sofrer escoriações no joelho esquerdo. Como de praxe, ele foi conduzido para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), onde passou por avaliação médica. Sendo o suspeito atendido por um médico de plantão que atestou pequenas escoriações no joelho esquerdo e queixa de dores. Mas sem escoriações aparente.

Por fim na ocorrência foi ainda informado que o suspeito durante o atendimento na UPA, passou a proferir ameaças contra um Agente da GCM com os seguintes dizeres: “Vou correr atrás do prejuízo. Guardinha é bosta. Você vai perder sua farda. Irei atrás de você”.

Após o atendimento o suspeito foi preso e conduzido a Delegacia de Polícia em Nova Serrana.

Foto: Imagem Ilustrativa

Mais lidas