Conecte-se conosco

Câmara Municipal de Nova Serrana

Com economia de R$ 11 milhões em 25 anos, projeto “Nova Serrana Cidade Inteligente” é aprovado na Câmara Municipal

Publicados

em

Parceria Público Privada é aprovada por vereadores e mais economia aos cofres públicos, modernidade e segurança para o município


Foi aprovado na 38ª Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Nova Serrana, realizada na última terça-feira (23/11), o Projeto de lei 202/2021, que autoriza o município a assinar e concluir processo de Parceria Público Privada (PPP).

Com a aprovação o município de Nova Serrana irá concluir o processo realizado para implantação de 204 câmeras de vídeo monitoramento, em 143 diferentes pontos da cidade, além da instalação de 15.220 lâmpadas de Led, e ainda, instalação de rede Wifi em 74 instalações pública e 38 pontos do município.

Para realização destas ações, a prefeitura realizou o levantamento de custo avaliado em aproximadamente R$ 524 mil, e com o desconto de 57%, fechou a parceria, com o custo mensal que deverá ser pago pelo município em torno de R$ 485 mil, para a prestação de todos os serviços. O que irá gerar uma economia mensal de aproximadamente R$ 39 mil.

Segundo apresentado pela administração e pelo Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades (IPGC), durante toda a extensão do contrato, que é de 25 anos, o município irá gerar cerca de R$ 11 milhões em economia, tendo ainda a prestação dos serviços de wifi e videomonitoramento.

Conforme destacou o vereador Willian Barcelos (PTB),  edil que participou da elaboração do projeto de cidade inteligente, a aprovação da última terça-feira (23), se deu devido a emenda que determinou a necessidade de aprovação do legislativo para a aprovação das PPP’s em Nova Serrana.

De acordo com Barcelos, ainda na legislatura passada, esta ação foi feita “porque as PPP’s têm um contrato de 25 anos, e nós temos o fruto de um contrato da Copasa, também porque os contratos acontecem com quantias elevadas, altos valores, daí o entendimento de ser necessária essa aprovação em plenário”.

Ainda de acordo com o parlamentar, foi realizado com representantes do executivo, da IGC e até mesmo do ex-secretário Marco Aurélio Lacerda, todos os esclarecimentos necessário, ficando claro para ele que “a abrangência deste projeto, promove melhorias não somente na área urbana, mas também nos povoados e distritos. Serão mais de 15 mil lâmpadas de Led instaladas, Wifi em 38 pontos da cidade, as câmeras de vídeo monitoramento, algumas com tecnologia até para identificação de placas de veículos, então o que traz uma evolução na segurança e tecnologia para toda Nova Serrana”. Destacou Barcelos para nossa reportagem.

Por mais segurança

Por sua vez o líder do governo, vereador Adilson Pacheco (PSD), agradeceu aos parlamentares sobre o empenho para o estudo da pauta e ressaltou que a proposta trará mais tecnologia, desenvolvimento e segurança para a cidade.

“Quero agradecer a cada um dos senhores, realmente pelo empenho e dedicação em atenção a esse projeto 202/2021. Ele foi explanado, pelo vereador Willian Barcelos sobre a importância da aprovação deste projeto, que vem sim, trazer tudo isso, a central de monitoramento, a instalação destes pontos de wifi, mais de 15 mil lâmpadas de led, trazendo mais segurança para nosso povo”.

Outro vereador que abordou o tema segurança foi Guilherme Bueno (Avante), o edil ressaltou a importância da instalação das câmeras de vídeo monitoramento em Nova Serrana.

“São mais de 206 câmeras, 38 pontos de internet, mais 15 mil lâmpadas de led, porque disso. Está sendo tão falado nos cantos da cidade sobre a violência, já pararam para pensar no que essas câmeras vão gerar para a segurança. Então esse projeto é para ser colocado em prática e está sendo chancelado nessa legislatura”. Pontuou Bueno.

Dete katôco (Avante), também se mostrou satisfeito com a proposta, afirmando que de tão bom que é basta torcer para que a PPP dê certo em Nova Serrana.

“O ganho é coisa louca, fiquei até meio assustado. Agora o que nos resta é aprovar o projeto e torcer para que essa parceria venha funcionar, porque a nossa parte estamos fazendo, então que seja colocado em execução e seja feito o melhor para nossa cidade”.

Sustentabilidade

Outro a comentar sobre o projeto foi o presidente da Câmara Municipal, vereador Cabral (SLD), apesar de não votar na proposta por seu cargo na mesa diretora do legislativo, elogiou a pauta, porém, deixou claro que a proposta, poderia ser mais sustentável e assim, gerar resultados ainda melhores para Nova Serrana.

“Eu não voto, mas com certeza eu votaria a favor. Mas não tem nada perfeito que não seria melhorado, eu não vejo 38 pontos de Wifi nas praças como necessário, mas tudo bem. Quando falamos de cidade inteligente tudo bem a proposta atende o esperado, mas também poderia ser cidade sustentável, poderíamos ter colocado a energia fotovoltaica. No futuro vai ter que colocar, o custo benefício já está bom, mas poderia ser muito melhor”. Finalizou o presidente.

Após o debate, o projeto foi deliberado para o plenário e foi aprovado por unanimidade.

Mais lidas