Conecte-se conosco

Educação

Cerca de 630 crianças estão a espera de vagas em creches em Nova Serrana

Publicados

em

Processo de busca de vagas foi regulamentado em 2017 e todos os pais que necessitam de uma vaga em creche no município devem preencher ficha socioeconômica para realização da triagem

A cidade que mais cresce em Minas conta com aumento de sua demanda em serviços básicos como saúde, segurança, emprego e educação. Estas duas últimas tem uma relação próxima uma vez que os pais necessitam de um local adequado para deixar seus filhos durante o período de trabalho.

Como o crescimento da cidade acontece durante todo o ano, com a chegada de populares de todos os cantos do país, consequentemente a procura por Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI) e Creche Pro-Infância, é cada vez maior.

Segundo os dados da Secretaria Municipal de Educação, atualmente 629 crianças aguardam por uma vaga nas creches da cidade.

Devido a grande demanda a pasta, no entanto normatizou e regulou a busca pelas vagas. Conforme aponta a assistente social Vanessa Ketrin de Castro, atualmente todos os pais podem se cadastrar e buscar pelas  vagas. “Anteriormente o processo era de um cadastro único que acontecia no mês de outubro e posteriormente era feito um sorteio; a atual gestão regulou isso e hoje a busca da vaga pode ser feita durante todo o ano por meio de um processo regulado por uma resolução municipal”, disse a assistente social.

 Resolução

O processo oficializado no mês de abril de 2017 estabelece padrões e regulamenta as diretrizes a serem seguidas para que as vagas sejam distribuídas de forma clara, com lisura e mediante a real necessidade da população.

Segundo aponta a secretária de Educação, Neusa Lago, uma ficha é preenchida pelos pais e a partir dai a assistente social da secretaria inicia o trabalho de triagem. “Conforme está na resolução todos que necessitam de uma vaga nas creches preenchem uma ficha com seus dados familiares. Essa ficha de análise socioeconômica é avaliada pela assistente social e surgindo a vaga é feito o contato ou a visita no caso da crianças que demanda pelo berçário ou das vagas nas unidades de maior demanda”, disse Neusa Lago.

Com a análise socioeconômica, o encaminhamento das vagas que surgem são mais coesos e todo o processo fica registrado na secretaria o que segundo Vanessa é fundamental devido a uma série de contratempos que surgem no processo. “Temos tudo documentado até a hora em que o contato é feito, isso é importante, pois existem muitas fichas com dados errados. A triagem também serve para isso. Então pedimos aos pais que preencham com atenção e não mintam quanto as informações porque a analise é feita e quando existem contravenções outras crianças são prejudicadas”, ponderou Vanessa Castro.

 Vagas disponíveis e escolha de unidades

Outro problema que hoje se encontra no que diz respeito às vagas nas creches está relacionado ao fato dos pais escolherem pela unidade educacional.

Segundo a secretária, acontece constantemente de vagas serem liberadas em unidades em outros bairros e os pais refutam e rejeitam por terem que se deslocar a outra localidade para deixar seus filhos. “Muitas vezes procuramos os pais que requerem as vagas, pois conseguimos a disponibilização em outro bairro e os mesmo não aceitam. Como exemplo, temos famílias que moram no Concesso Elias e conseguimos vagas para seus filhos no Santo Antônio, como necessitam da vaga, eles aceitam essa vaga, já outros simplesmente rejeitam por terem que se deslocar, entendemos a situação de cada um, mas aceitação e compreensão deve ser proporcional a necessidade da família”, afirmou Neusa.

Por fim a secretaria informou que todas as fichas são avaliadas, mas reforçou que as visitas acontecem apenas para aquelas família que se enquadram no perfil durante a avaliação na triagem. “Nem todas as famílias são visitadas, apenas as de berçário e das unidades de maior demanda. Algumas o contato é feito somente por telefone. Contudo nossa assistente social está atenta a todo o processo, e diante da triagem e da abertura de vagas seguimos buscando auxiliar a todos os pais e famílias de nossa cidade”. Finalizou Neusa Lago.

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas