Conecte-se conosco

Brasil

Câmara aprova projeto que define novos grupos prioritários na vacinação

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

A Câmara aprovou na tarde de 4ª feira (31.mar.2021) projeto de lei (nº 1.011 de 2020) que prioriza caminhoneiros, policiais e outros grupos na fila de vacinação contra a covid-19.


A proposta inicial era beneficiar apenas caminhoneiros e outros profissionais do setor de transporte de cargas e mercadorias. A relatora, Celina Leão (PP-DF), aceitou sugestões de colegas e expandiu a abrangência da proposta.

O projeto altera a lei 14.124 de 2021, que tem determinações sobre a vacinação contra o coronavírus. Abaixo, saiba os grupos prioritários previstos pelo texto:

  • pessoas com deficiência;
  • profissionais de saúde e funcionários que trabalham em ambiente hospitalar;
  • pessoas idosas;
  • pessoas com doenças crônicas e as que tiveram embolia pulmonar;
  • povos indígenas;
  • caminhoneiros e demais motoristas de transporte rodoviário de cargas;
  • trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros;
  • trabalhadores de transporte aquaviário de cargas e passageiros;
  • agentes de segurança pública e privada, desde que estejam comprovadamente em atividade externa;
  • assistentes sociais e conselheiros tutelares que prestam atendimento ao público;
  • trabalhadores da educação do Ensino Básico em exercício nos ambientes escolares;
  • coveiros, atendentes e agentes funerários;
  • taxistas e os mototaxistas;
  • profissionais que trabalham em farmácias;
  • profissionais de limpeza pública;
  • oficiais de Justiça.

Ainda falta a análise dos destaques, trechos votados separadamente. Isso significa que a proposta ainda pode ser alterada.

Depois, o projeto precisa de aprovação do Senado e sanção presidencial para vigorar.

VACINAÇÃO NO BRASIL

A plataforma de divulgação de dados sobre vacinação do governo federal apontava, às 17h55 de 4ª feira, que 14,4 milhões de pessoas receberam a 1ª dose do imunizante, e 4,2 milhões receberam a 2ª.

A vacinação é apontada como a melhor forma de controlar a pandemia e permitir a volta segura a uma vida próxima do normal.

Fonte: poder 360 – MSN

Leia mais...
Propaganda

Mais lidas