Conecte-se conosco

Emprego

Cabide de emprego

Avatar

Publicados

em

Procon Câmara tem resolução de cargos aprovada e durante debate intenso vereador é acusado pelo presidente de promover cabide de emprego em seu gabinete

Foi aprovado na noite desta terça-feira, dia 26 de fevereiro o projeto de resolução que estabelece a criação dos cargos para o Procon Câmara. A aprovação em dois turnos contou com 11 votos favoráveis e um contrário.

Contudo apesar da votação massiva a favor do projeto de resolução, o clima ficou tenso dentro do legislativo municipal com denúncias públicas e até acusação de safadeza sendo realizada em gabinete de vereador.

A discussão acalorada começou após o ex-diretor do Procon de Nova Serrana, Dr. Bernardo Ferraz utilizar da tribuna para esclarecer dúvidas do vereador Jadir Chanel (MDB) sobre a quantidade de cargos que seriam necessária e também a funcionalidade do Procon Câmara já que na cidade existe o órgão subsidiado pelo executivo.

Após os pronunciamentos e esclarecimentos sobre a estrutura e o funcionamento o vereador Jadir Chanel novamente tomou a palavra e mostrando um cabide sugeriu que o órgão na verdade seria uma forma de criar cabide de emprego na Câmara de Nova Serrana.

“Questionei várias pessoas que utilizaram o Procon municipal, me falaram que não chegaram a esperar nem cinco minutos para serem atendidos, que foram atendidos até no horário do almoço. O passador de cola, a pespontadeira, o montador é salário deles, é imposto deles que está pagando.. Até então não existe demanda para dois Procons em Nova Serrana. Eu respeito, é legal, da visibilidade, mas não tem demanda para isso. Não só questionei varias pessoas que utilizaram esse trabalho mas também estive lá. Nossa resposta é para o contribuinte e na minha visão o que eles disseram é que (o Procon Câmara) não passaria de acordo com eles, cabide, para mais pessoas trabalharem na Câmara”. Disse Jadir Chanel mostrando um cabide para o plenário.

As considerações de Jadir e a exposição de um cabide ao plenário não foram bem aceitas pelos vereadores, Adair da Impacto (Avante), pediu a palavra, mas o presidente da casa, vereador Osmar Santos, se posicionou para que ele mesmo respondesse a fala de Chanel.

O presidente começou seu posicionamento expondo que posicionamento semelhante foi tomado quando foi proposto a criação do Serviço de Apoio Jurídico (SAJ). “Eu faço questão de responder a essa fala. Quando foi criar o SAJ foi o mesmo problema, foi criado caso pelo colega, e hoje o SAJ está ai precisando de contratar mais servidores pela demanda”. Disse o presidente.

Em continuidade Osmar fez duras críticas e afirmou que Jadir vai pagar pela irresponsabilidade. “Só que vereador, nós não usamos cabide de emprego, quem usa isso é o senhor dentro de seu gabinete, o sobrinho do senhor, que é casado com sua sobrinha trabalha no gabinete do senhor. Isso é cabide de emprego, é imoralidade, é falta de respeito, falta de vergonha. Isso sim eu acredito que é cabide de emprego e irresponsabilidade e com essa irresponsabilidade o senhor pode ter certeza que vai começar a arcar com essas consequências a partir de amanhã. O senhor é muito bonitinho vindo aqui falar enquanto o senhor é o único que usa dessa safadeza dentro de seu gabinete”. Afirmou o presidente que não mais deu direito para que Jadir Chanel utilizasse a palavra para debater o assunto.

Após o debate os demais vereadores em unanimidade se pronunciaram favoráveis ao projeto, que foi aprovado em dois turnos. Segundo os vereadores a aprovação estaria relacionada ao fato de que a Câmara deve aprovar todos os projetos que estão relacionados a benefícios para a população de Nova Serrana.

Publicidade

Mais lidas