Conecte-se conosco

Corpo de Bombeiros

Bombeiros são acionados devido a vazamento de gás na igreja São Cristovão

Avatar

Publicados

em

Por volta das 13h15h da última quarta-feira, dia 18 de dezembro, após ser solicitada via linha de emergência 193, uma guarnição de bombeiros do 3º Pelotão – Nova Serrana deslocou-se à Igreja de São Cristovão, localizada na rua Princesa Isabel, bairro Marisa. Segundo informações da solicitante, ao entrar na igreja para realizar a limpeza do local, sentiu um forte cheiro de GLP, vindo de uma cozinha anexa à edificação principal.

Ao chegar ao local, pode-se ouvir um forte chiado oriundo do interior da edificação, que estava com suas portas e janelas fechadas, e um forte odor de gás de cozinha, indicando uma alta concentração no ambiente. Os disjuntores elétricos já haviam sido desligados pelas colaboradoras da igreja que ali estavam, e nenhuma delas estava de posse das chaves da cozinha.

Os bombeiros então abriram as ventarolas das janelas, conseguindo assim um mínimo de ventilação do ambiente e, após análise minuciosa das aberturas, constataram que uma das janelas poderia ser aberta, possibilitando obter uma abertura maior para ventilação da cozinha.

Foi também através desta janela que um dos militares adentrou e chegou ao interior da cozinha, onde pode verificar que a ponta da mangueira do registro que faz junção ao fogão estava desconectada, e por esta escapava grande quantidade de GLP.

A mangueira foi retirada também do vasilhame e este foi removido para a área externa da Igreja, para local aberto e ventilado. Posteriormente conseguiram abrir as demais janelas.

As colaboradoras da igreja, que ali estavam para realizar limpeza antes da celebração que acontece no período noturno, foram orientadas a providenciar as chaves para abertura das portas, propiciando melhor ventilação do ambiente, manterem a energia elétrica desligada e fazerem uso do local somente quando o gás fosse totalmente disperso e a providenciar substituição imediata da válvula do botijão, que estava em desacordo com as regulamentações do INMETRO.

Cabe ressaltar o risco que essas instalações inadequadas geram à segurança das edificações e, principalmente, à vida de seus usuários.

Foto: Web

Mais lidas