Conecte-se conosco

Benefício

Bolsa Família com NOVO aumento do benefício em março; veja o valor

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Um novo programa do Bolsa Família tem expectativa de ser lançado no início deste ano. A confirmação foi dada por meio do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, por meio do programa Direto ao Ponto, da Jovem Pan. Previsto para sair em fevereiro, o programa deve ficar para março.


Segundo informações do ministro Lorenzoni, o Ministério da Cidadania já está pronto para o anúncio, aguardando somente a autorização do presidente Jair Bolsonaro para revelar os detalhes da proposta. Ainda, informou que o presidente deve autorizar que a apresentação de um novo Bolsa Família. Entretanto, os moldes não serão alterados.

“Vai ser o Bolsa Família mesmo, não tem porque mudar, é o programa que as pessoas estão acostumadas”.

Bolsa Família vai passar de R$200

De acordo com informações do ministro, o novo programa do Bolsa Família que será apresentado vai pagar um ticket mínimo superior a R$ 200. De acordo com informações passadas pelo Governo, a o lançamento do benefício ampliado vai proporcionar uma emancipação das famílias.

“Vamos dar garantia para as famílias. Se a pessoa se empregou e perdeu o emprego por algum motivo, pode voltar para o programa, sem entrar na fila”, confirmou.

Além disso, Lorenzoni confirmou que o dinheiro investido no programa serão utilizados por meio do orçamento da pasta para 2021.

“Fizemos caber o novo Bolsa dentro dos R$ 35 bilhões que o orçamento nos reserva para 2021. Nós fizemos tudo que podíamos em 2020, não pedimos um centavo a mais em nenhum programa do Ministério da Cidadania. É um aprofundamento fiscal que não tem espaço para inventar, tem espaço para ser criativo e fazer um programa diferente, mais direcionado”, confirmou.

Total de famílias beneficiadas por região

  • Região Nordeste: são 7.096.461 de famílias atendidas
  • Região Sudeste: 3.817.351 de famílias
  • Região Norte: 1.796.776 de famílias
  • Região Sul: 891.653 de famílias
  • Região Centro-Oeste: 680.972 de famílias
  • Total: 14.283.213 famílias cadastradas no programa Bolsa Família

Pagamento do Bolsa Família via Caixa Tem

A Caixa já começou a pagar o programa Bolsa Família digitalmente. Para isso, o banco está utilizando o aplicativo Caixa Tem, plataforma que permite a abertura de uma conta social digital para todos inscritos no benefício.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, explicou que o público do benefício assistencial é mais sensível à questão das tecnologias. Por esse motivo, a conta digital para pagamento do Bolsa Família será oferecida “com tranquilidade”, disse ele.

Segundo Pedro Guimarães, presidente da Caixa, o público do benefício assistencial é mais sensível à questão das tecnologias. Por esse motivo, a conta digital para pagamento do Bolsa Família será oferecida “com tranquilidade”, disse ele.

A transição no pagamento por meio do Caixa Tem vai acontecer de maneira escalonada. Dessa Forma, essa medida vai alcançar pelo menos 9 milhões de beneficiários.

Os primeiros a receberem o Bolsa Família por meio do Caixa Tem foram os inscritos com NIS final 9 e 0, ainda em dezembro de 2020. Veja como vai acontecer

  • Dezembro de 2020: no último mês do ano passado, a Caixa realizou o crédito do Bolsa Família em poupança social digital da Caixa para os beneficiários com NIS final 9 e 0;
  • Janeiro de 2021: o crédito do Bolsa Família em poupança social digital da Caixa para os beneficiários com NIS final 6, 7 e 8;
  • Fevereiro de 2021: crédito do Bolsa Família em poupança social digital da Caixa para os beneficiários com NIS final 3, 4 e 5;
  • Março de 2021: crédito do Bolsa Família em poupança social digital da Caixa para os beneficiários com NIS 1, 2 e para Grupos Populacionais Tradicionais Específicos (indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua).

FONTE: por Saulo Moreira –  Notícias Concursos

Leia mais...
Propaganda

Mais lidas