Conecte-se conosco

Governo Estadual

Após reunião com Ministro da Saúde Romeu Zema afirma que ninguém em Minas Gerais ficará sem vacina do Coronavírus

Avatar

Publicados

em

O governador Romeu Zema participou na última terça-feira, 20 de outubro de uma reunião, por videoconferência, com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e demais governadores, para discutir o desenvolvimento de vacinas contra a covid-19.

A previsão, segundo o ministro, é que a vacinação possa ser iniciada a partir de janeiro de 2021 por meio do Programa Nacional de Imunizações do SUS.

“O Ministério da Saúde garantiu que teremos vacina para os brasileiros a partir de janeiro do ano que vem, o que é um alento para os governadores. Para nós, o que interessa é ter uma vacina eficaz e com agilidade na produção. O estado de Minas já conta com um plano de contingência para garantir a distribuição a todos os mineiros”, afirmou o governador Romeu Zema.

LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE MINAS GERAIS AQUI NO JORNAL O POPULAR

O ministro Eduardo Pazuello afirmou que vai incluir a vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com um laboratório chinês no cronograma de vacinação. A ideia é que sejam adquiridas 46 milhões de doses na primeira fase de produção, ainda este ano.

Opções

Segundo o Ministério da Saúde, o governo federal também já fechou acordo para a compra de cerca de 210 milhões de doses de vacinas em 2021. A produção da vacina está sendo feita pela Universidade de Oxford e acompanhada pela Fiocruz.

As vacinas estão em fase final de estudos e comprovação científica de sua eficácia para, posteriormente, serem registradas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Além delas, o Ministério da Saúde também apresentou os estudos e acompanhamentos realizados para a criação de outras vacinas a partir de parcerias com institutos de pesquisa, ciência e tecnologia do Brasil com empresas nacionais e internacionais.

Governador garante que Estado tem plano de vacinação

Segundo as falas de Romeu Zema, Minas Gerais já tem um plano de vacinação estruturado, o que é de fundamental importância devido as especificações para distribuição das vacinas nas unidades de saúde.

“Olá, pessoal. Hoje à tarde tive uma reunião extremamente importante com o ministro da Saúde e com os governadores. O tema foi a vacina contra o Coronavírus. Quero avisar que Minas Gerais já tem um plano todo estruturado para executar essa vacinação que é de fundamental importância. Quero aqui ressaltar que a aquisição da vacina é feita pelo Ministério da Saúde”.

Ainda de acordo com Zema, todo o Brasil será vacinado, e não haverá privilégio ou preferencia por algum estado específico.

“Todo o Brasil será vacinado, nenhum Estado será prejudicado ou privilegiado. Toda a campanha de vacinação é feita via coordenação federal, mas cabe a cada Estado estruturar os seus postos de saúde, no caso desta vacina é necessário refrigeração, o que torna a distribuição muito mais complexa”.

Quanto ao plano e prioridades de faixa etária e público alvo, o Governador de Minas afirmou que isso será definido e divulgado posteriormente pelo Ministério da Saúde, mas garantiu que ninguém em Minas Gerais ficará sem a vacina.

“O Ministério da Saúde vai disponibilizar vacinas que já foram testadas e aprovadas para que todos tenham segurança. Maiores detalhes serão fornecidos posteriormente sobre quem será vacinado primeiro: pessoas idosas ou não, pessoas expostas a riscos ou não. Isso ainda será definido, mas quero lembrar que ninguém em Minas Gerais vai ficar sem essa vacina que é tão importante”, afirmou Romeu Zema.

Cabe lembrar que de acordo com os dados do boletim epidemiológico divulgado nesta terça pela Secretaria Estadual de Saúde, Minas Gerais tem 338.107 casos confirmados e 8.483 óbitos por coronavírus.

Veja o vídeo com as falas de Romeu Zema

 

 

Mais lidas