Conecte-se conosco

Política

Anastasia vem a Nova Serrana e recebe reivindicações do setor Calçadista

Publicados

em

Senador veio ao município como pré-candidato, se reuniu com empresários do setor calçadista e se comprometeu a dar atenção diferenciada a cidade que mais cresce no Estado

Nova Serrana recebeu na terça-feira, dia 31 de julho, o senador e pré-candidato ao governo de Minas Gerais, Antônio Anastasia. Na oportunidade o ex-governador se reuniu com autoridades políticas da cidade, e ainda, foi recebido por empresários do polo calçadista no Sindicato Intermunicipal da Indústria Calçadista de Nova Serrana (Sindinova).

Durante o encontro que contou com participação de autoridades, empresários, dirigentes de órgãos públicos, entidades de classe e instituições o presidente do Sindicato, Pedro Gomes passou para o Senador uma pauta com reivindicações do Polo Calçadista.

A recepção do Senador foi pontuada como um importante momento para Nova Serrana. “Esse é um momento impar para nossa cidade que hoje volta a figurar no cenário político estadual, e isso com a visita da pessoa que mudou o cenário da indústria calçadista em 2010”, iniciou o presidente do Sindinova Pedro Gomes.

Em seguida o Pedro relembrou que em momentos passados, ainda quando governador, Anastasia acreditou no desenvolvimento da indústria e promoveu a primeira redução significativa tributária para o setor calçadista.

O presidente do sindicato lembrou que na época todos os técnicos eram contra a mudança de tarifação para o setor calçadista que passou de 12% de débito e crédito para 3% sobre faturamento.

Contudo Pedro apresentou os resultados obtidos com a mudança que teve início com a medida adotada por Anastasia, em 2010. “Nós recolhemos, em 2010, R$ 47.884.131,00 de ICMS. E recolhemos em 2017, R$ 86.973.676,00. Isso significa dizer que nós crescemos, de 2011 a 2017, 81,5% em sete anos de arrecadação. Isso nós devemos ao seu governo. Isso nós devemos à credibilidade que o senhor nos deu”, pontuou o presidente do sindicato.

Gomes reforçou ao senador e pré-candidato ao governo de Minas também que “Nova Serrana deu as respostas e as nossas reivindicações que iremos fazer ao senhor são inerentes àquilo que Nova Serrana tem naquele tripé: saúde, educação e segurança”. afirmou Pedro Gomes.

 Propostas

O sindicato elaborou na última semana, em uma reunião realizada pela diretoria, um plano de reivindicações que na perspectiva dos empresários são necessárias para o desenvolvimento de Nova Serrana.

Entre as propostas foram pontuadas intervenções e apoio do estado no que tange a tributação para o setor calçadista mineiro, investimentos em infraestrutura viária e nos setores de saúde, educação e segurança pública.

No entendimento dos empresários o polo como um todo necessita de um desenvolvimento não somente quanto as condições de produção e comercialização da mão de obra, mas também no que diz respeito ao desenvolvimento social, promovendo maior qualidade de vida viabilizando melhor condição educacional, de saúde e segurança para os empresários e trabalhadores que vivem no polo industrial de Nova Serrana.

Se tratando da redução tributária o documento entregue ao senador solicitava à diminuição da alíquota do Regime Especial de Tributação (RET) de 2% para 1% para todo o setor calçadista.

 Tratamento diferenciado

Diante das demandas e números apresentados pelo sindicato, o senador em seu discurso, reforçou que uma cidade com as características de Nova Serrana necessita de um tratamento diferenciado. “Nova Serrana cresce à base de 10% ao ano em população. É uma das cidades que mais crescem no Brasil. Estamos diante de uma cidade que tem uma realidade totalmente diferente do que se vivencia em todo o país. Isso demanda é claro um tratamento diferenciado, afinal uma cidade que cria a demanda de uma nova escola por ano, carece também em outros segmentos e a função do estado e buscar atender e se sensibilizar para esse desenvolvimento”, afirmou o senador.

Mediante aos dados apresentados por Gomes, o senador recordou sobre o momento vivenciado em 2010 e afirmou que o setor cumpriu com seu papel, e que agora se eleito será necessário um plano diferenciado, uma vez que o estado vivencia circunstância completamente diferentes. “Havia em 2010 o combinado com os empresários que a redução para 3% iria estimular, dar competitividade, mas por sua vez o segmento fez a receita não cairia, ao contrário, iria crescer e isso de fato aconteceu, agora temos que ser conscientes, o estado está a banca rotas, precisamos organizar a casa e nosso compromisso é que possamos criar soluções inteligentes para aquecer a indústria calçadista que tem sido tão positiva para Minas Gerais”. Disse o senador.

Anastasia ainda reforçou que a redução solicitada deve ser vista com atenção pois assim o mercado industrial calçadista mineiro seria mais competitivo referente a demais estados brasileiros. “A redução tributária é importante uma vez que hoje São Paulo atua com 1%, a Bahia também tem tributação semelhante, precisamos, no entanto buscar soluções inteligentes, inovadoras para que possamos tornar a indústria mineira ainda mais competitiva, temos como ponto positivo o fato de que Nova Serrana tem produto de qualidade, tem design, tem preço, tem durabilidade, tem o comprometimento do povo mineiro, assim vamos buscar de forma inteligente e responsável, nos tornamos mais competitivos e atrativos não somente para o cenário nacional, mas também para um mercado amplo a ser explorado que é o exterior”. Finalizou Anastasia.

Expectativa dos empresários

Presente na reunião o ex-prefeito e empresário Joel Martins afirmou que em um momento de dificuldade como a indústria tem passado a credibilidade e respaldo do Senador da um alento para a indústria que necessita dessa perspectiva. “Estamos em um momento onde a indústria está em crise, temos uma economia estadual quebrada, os municípios passando por dificuldade e nesse cenário recebemos o senador e ex-governador, que trouxe propostas, um discurso sólido, o que dá ao empresário uma perspectiva para trabalho e crescimento”, disse o ex-prefeito.

Joel ainda reforçou a importância para o setor receber o respaldo do pré-candidato. “Vamos receber é claro todos os candidatos que se interessarem em debater com o segmento sobre as demandas e necessidades da indústria e da região. Contudo a visita de Anastasia e as propostas apresentadas, o debate, coloca em evidencia a importância de nossa indústria do desenvolvimento do polo de Nova Serrana e isso respalda o trabalho do setor calçadista e ratifica a importância de nossa cidade no cenário industrial de Minas Gerais”, finalizou o ex-prefeito Joel Martins.

Executivo

O prefeito de Nova Serrana esteve presente recebendo o senador em um encontro prévio a reunião feita com os empresários, onde participou o deputado Fábio Avelar e outras autoridades políticas. Contudo durante o encontro do Senador com os demais empresários nenhum representante do executivo esteve presente.

Segundo o chefe de gabinete do executivo municipal, Hudson Lemos, o encontro se tratou de um ato político, e o prefeito diante dessa situação apenas recebeu o senador como acontecerá com todos os candidatos ao governo de Minas que vierem a Nova Serrana.

Ainda segundo o representante do executivo nenhum secretário se fez presente pelo ato ser político, ficando por responsabilidade do prefeito que é a autoridade política maior da cidade, receber o senador conforme aconteceu.

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas