Conecte-se conosco

Cidade

Ainda na onda vermelha, governo de Nova Serrana se reúne para alinhar ações com autoridades municipais e representantes de classe

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Após a divulgação em primeira mão, da possibilidade de implementação da Onda Roxa, do Mina Consciente em Nova Serrana, o governo municipal, no último domingo, 14 de março, realizou uma reunião virtual com autoridades de Nova Serrana para analisar a situação do município e da região no enfrentamento a pandemia do Coronavírus.


Segundo informado pela administração, participaram do encontro virtual o prefeito Euzebio Lago, juntamente com a Procuradoria Jurídica, e os chefes das pastas de Gabinete, Governo, Saúde e Desenvolvimento Econômico.

Em nota encaminhada a imprensa o executivo ratificou a informação dada em primeira mão por este popular, apontando que “há um acordo entre os representantes do poder Executivo da região Oeste para a regressão coletiva dos municípios à Onda Roxa, do programa Minas Consciente. Nas próximas horas o Governo de Minas deverá se posicionar sobre a situação”.

Foi também informado pelo governo municipal que “nesta segunda (15) acontecerão reuniões e tratativas entre autoridades municipais e representantes de classe (indústria, comércio e serviços) para alinhar as ações”.

Por fim o governo municipal, ao contrário das medidas já tomadas em Divinópolis e outras cidades da região, que já decretaram a Onda Roxa do Minas Consciente, afirmou que ainda “continuam em vigor os protocolos da Onda Vermelha, do Programa Minas Consciente”.

Por fim o governo ainda reforçou junto a população a necessidade da prevenção, com atenção quanto a higiene e evitando transitar e aglomerar em espaços comuns. “se puder, fique em casa; use máscara e higienize as mãos com frequência”. Finalizou

Mais lidas