Conecte-se conosco

Câmara Municipal de Nova Serrana

Adoção será celebrada em semana de conscientização em Nova Serrana

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Vereadores aprovam projeto que institui a Semana Municipal de Incentivo a adoção de crianças e adolescentes


O legislativo municipal de Nova Serrana aprovou na última terça-feira, dia 16 de junho, um projeto que encheu de esperança o coração de crianças e adolescentes da cidade. Trata-se do projeto 086/2021 que institui em na capital do calçado a Semana Municipal da Adoção.

A iniciativa de autoria do vereador Zé Faquinha (MDB), não só contou com o apoio de todos os edis, mas emocionou a todos os presentes na reunião ordinária. Durante a apresentação do projeto, um vídeo produzido pela gestão municipal foi passado e mostrou a todos a importância do gesto de adotar.

Durante o debate da pauta Zé Faquinha, se mostrou emocionado, por sua história de vida e também por ter comparecido no abrigo de Nova Serrana, onde teve contato com cerca de sete crianças que aguardam por um lar adotivo.

Por sua vez, o líder do governo na Câmara Municipal, vereador Adilson Pacheco (PSD), enalteceu a pauta e o momento vivido no legislativo para aprovação da matéria.

“Hoje nós discutimos e aprovamos com maior orgulho essa preposição que institui a semana municipal de incentivo a adoção de crianças e adolescentes, eu voto com muito orgulho e agradeço a Deus por esse momento, por poder estar aqui”.

Segundo o líder do governo enalteceu o abrigo de Nova Serrana, mas ressaltou que o ideal é que as crianças tenham uma família, dai a importância da matéria aprovada na casa.

“Nós temos um equipamento que atende muito bem as crianças, mas o que queremos mesmo para elas é uma família. Esse projeto vem instituir a Semana Municipal de incentivo a Adoção, vamos intensificar essa campanha… Parabéns vereador pela postura, pelo projeto, é essa postura que precisamos, projetos que venham fazer a diferença na vida do povo”.

Outro edil a trazer suas considerações sobre a pauta foi Dr. Rodrigo Fisioterapeuta (PL), que parabenizou a iniciativa levada ao plenário e ressaltou: “tenho certeza que vai ajudar muitos casais adolescentes e crianças, é tão importante para a pessoa que adota quanto para a criança que será adotada. Ali vai começar uma família”.

Projeto

Conforme exposto no projeto, com a aprovação em plenário, e sanção do prefeito fica instituída no município de Nova Serrana a Semana Municipal de Incentivo à Adoção de Crianças e Adolescentes a ser comemorado, anualmente, na semana que compreender o dia 25 de maio, Dia Nacional da Adoção.

É importante considerar que na data escolhida já é celebrado anualmente, desde 1996, o Dia Nacional da Adoção.

O texto aprovado também expos que a Semana Municipal de Incentivo à Adoção tem por objetivo  conscientizar a todos de que toda criança ou adolescente têm direito a ser criados e educados no seio de sua família e, excepcionalmente, em família substituta, assegurada a convivência familiar saudável e afetuosa, estimular a adoção legal e humanizada de crianças e adolescentes e despertar a necessidade de adoção tardias, inter-raciais, de grupos de irmãos e de crianças com necessidades especiais.

A pauta que foi levada a plenário ainda considera que na Semana Municipal de Incentivo à Adoção, serão desenvolvidas atividades e campanhas de conscientização, sensibilização e informação sobre adoção e suas particularidades como a adoção tardia, sendo realizados debates, concursos de redação nas escolas, palestras e seminários.

Dados sobre adoção no Brasil

Conforme apontado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em agosto de 2012, havia um total 28.151 pretendentes devidamente cadastrados no Cadastro Nacional de Adoção (CNA). Já em maio deste ano (2021), o CNA registrou um total de 35.178 pretendentes habilitados. Apesar do grande número de interessados, as crianças permanecem nos abrigos por não terem o perfil buscado pelas pessoas habilitadas a adotar.

Ainda de acordo com os dados do CNJ, do total das adoções feitas no Brasil nos últimos seis anos, 6.010 (47%) foram de crianças que tinham de até 3 anos na data da sentença, 3.616 (28%) tinham de 4 a 7 anos completos, 2.199 (17%) tinham de 8 a 11 anos completos e 1.066 (8%) eram adolescentes, ou seja, maiores de 12 anos completos.

As informações repassadas pelo CNJ apontam ainda que a idade média na data da sentença de adoção encontrava-se na faixa de 5 anos. Deste modo, permanece a realidade de que a primeira infância é o período em que se realizam mais adoções no Brasil.

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

JORNAL O POPULAR – A NOTÍCIA COM DEVE SER

Leia mais...
Propaganda

Mais lidas