Conecte-se conosco

Lazer

3ª onda de surto de febre amarela no Brasil desperta alerta de vacinação

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Com pelo menos 36 casos de febre amarela confirmados em humanos no período entre dezembro de 2018 e janeiro deste ano, o Brasil poderia estar vivendo uma terceira onda de surto da doença. O alerta foi divulgado esta semana pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O país registra ainda, segundo a entidade, oito mortes confirmadas por febre amarela no mesmo período.

Os casos se concentram em 11 municípios de dois estados. Em São Paulo, foram confirmadas infecções em Eldorado (16 casos), Jacupiranga (1), Iporanga (7), Cananeia (3), Cajati (2), Pariquera-Açu (1), Sete Barras (1), Vargem (1) e Serra Negra (1). No Paraná, dois casos foram confirmados em Antonina e Adrianópolis. O local de infecção de um último caso confirmado ainda está sob investigação.

Ainda de acordo com a OMS, entre os casos confirmados em humanos, 89% deles foram identificados em homens com média de idade de 43 anos e pelo menos 64% dos infectados são trabalhadores rurais.

“Embora seja muito cedo para determinar se este ano apresentará os altos números de casos em humanos observados ao longo dos dois últimos grandes picos sazonais [o primeiro entre 2016 e 2017 e o segundo entre 2017 e 2018], há indicações de que a transmissão do vírus continua a se espalhar em direção ao sul e em áreas com baixa imunidade populacional”, destacou a entidade, por meio de comunicado.

Números

Dados da OMS apontam que, na primeira onda de febre amarela, entre 2016 e 2017, foram confirmados 778 casos em humanos e 262 mortes. Já na segunda onda, entre 2017 e 2018, foram contabilizados 1.376 casos em humanos e 483 mortes. O período classificado como sazonal para o aparecimento ou aumento de casos da doença no Brasil geralmente ocorre entre dezembro e maio.

Vacina

A orientação da entidade, enviada a todos os estados-membros no último dia 25, é que os esforços para vacinação em áreas consideradas de risco sejam mantidos e que viajantes sejam orientados e imunizados pelo menos dez dias antes de visitar o local onde a dose é recomendada.

“A OMS recomenda a vacinação de viajantes internacionais com idade acima de 9 meses e que estiverem se dirigindo ao Brasil”, destacou a nota.

A dose é indicada para todas as pessoas que visitam os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Tocantins, Santa Catarina e São Paulo, além do Distrito Federal.

Nova Serrana

Em contato com a Secretária Municipal de Saúde, Glaucia Sabampato, foi afirmado que em Nova Serrana a vacinação contra febre amarela está sendo realizada nas Unidades Básicas de Saúde.

Segundo a secretária, a imunização segue acontecendo dentro da normalidade no município. “Em Nova Serrana a vacinação segue acontecendo dentro da rotina natural das unidades de saúde. O público alvo pode comparecer e ser imunizado, sendo importante no entanto e desejável que o cidadão apresente o cartão de vacinação, para que seja conferido os registros e facilitado o atendimento na unidade”, considerou Glaucia Sbampato.

Divinópolis

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) anunciou nesta segunda-feira, dia 18 de fevereiro, que intensificará a vacinação contra a febre amarela, uma semana antes do Carnaval.

Cinco unidades de saúde ficarão abertas até as 20 horas para atender a população divinopolitana que não pode ir em horários convencionais.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Amarildo de Sousa, o objetivo da intensificação é atender os viajantes. “Tendo em vista que vários divinopolitanos viajarão para diversas áreas do Estado e do país que podem ter veiculação do vetor da febre amarela, resolvemos montar um horário especial para atendê-los”, afirmou.

Funcionarão em horário estendido o Centro de Saúde do Bom Pastor ficará aberto no dia 18; e, no dia 19 de fevereiro, será a vez do Centro de Saúde do Niterói. Em 20 de fevereiro, ficará aberto o Centro de Saúde Central; e, em 21 de fevereiro, será o dia do Centro de Saúde São José. Encerrando o horário especial, o Centro de Saúde do Ipiranga, em 22 de fevereiro, ficará até as 20 horas.

 

Leia mais...
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas