Conecte-se conosco

Câmara Municipal de Nova Serrana

Câmara aprova projeto de permuta para construção de poliesportivo e passarela

Avatar

Publicados

em

Os vereadores da Câmara Municipal de Nova Serrana, aprovaram na última terça-feira, dia 15 de setembro, o projeto de lei 072/2020, que autoriza o executivo municipal a realizar a permuta de uma área pública para construção de equipamentos.

Conforme o texto do projeto, com os recursos da venda do terreno,  avaliado em aproximadamente R$ 1,5 milhão, será construído por obras de construção de extensão da passarela metálica, ligando o Bairro Planalto à Rodoviária e a construção de Complexo esportivo na Rua Libério Lopes, no Bairro Fábio Aguiar.

No projeto ainda consta que a área que será permutada tem a extensão de aproximadamente 9.1 mil m2, localizada no bairro Santa Teresinha.

Vereadores debatem projeto

Logo ao ser apresentado o projeto os vereadores se manifestaram sobre a pauta. Segundo Wantuir Paraguai (MDB), o projeto “é muito importante para a cidade, é um projeto para a população”.

O sentimento de Wantuir que também era o pensamento de outros vereadores, o que não quer dizer que não houve discussão sobre mais uma permuta de área em Nova Serrana.

LEIA AQUI NO JORNAL O POPULAR MAIS NOTÍCIAS SOBRE A POLÍTICA DE NOVA SERRANA

Conforme Remirton José (PL), o projeto que estaria sendo votado não foi novamente bem debatido na casa.

“Fico nervoso porque quando se entrar um projeto de terreno público, não se discute, lá é uma área verde, vai destruir, será uma área verde a menos na cidade, porque não fazemos uma mesa redonda e discutimos o projeto. Não é a primeira vez que isso acontece. A gente vota rapidamente, mas depois se arrepende”.

Após as considerações de Remirton, o presidente da casa Ricardo Tobias (MDB), afirmou que a pauta foi debatida em seu gabinete, com a presença do secretário Municipal de Obras, Hedy Wilson.

As considerações de Ricardo levaram Remirton a expôr que o projeto não foi debatido e apenas apresentado pelo secretario na reunião em questão. “Eu questionei a ele disse, que tinham outras opções, ele me respondeu que não estava lá para discutir o projeto”.

Já Zé Alberto (PDT) foi mais longe, o vereador apresentou um ofício requerendo que a presidência adiasse a votação da pauta, o que foi negado pela presidência.

“Foi discutido, eu apresentei um requerimento, isso aqui é assinar uma procuração em branco. É importante as duas obras, claro que sim, mas tem a forma certa de fazer, isso é uma vergonha, esse projeto não tem as mínimas condições de ser executado essas obras. Tem obras inacabadas, tem creche no Novo Horizonte, tem uma perto da rodoviária inacabada da última gestão. Será que no apagar da vela da tempo de vender tudo que tem e fazer essa obra. Eu não vou assinar esse cheque em branco”. Disse Zé Aberto.

Jadir Chanel, como vice líder do governo defendeu a proposta. “Volto a replicar a questão, tivemos uma reunião no gabinete aonde foi exposto todo o projeto, desenhado e explicado, mas não me dei por satisfeito, eu fui lá busquei informação do bairro adjacente desse que é o Santa Teresinha. Todos os adjacentes tem área institucional, não vai faltar localidade para ser construída outros empreendimentos do município. Não estou assinando cheque em branco, fui na prefeitura, me abriu o mapa, eu vi tudo. Esse é o papel do vereador”.

Já Willian Barcelos (PTB), em suas colocações afirmou que não pode fazer dessa pauta palanque político, concordou com as colocações de Remirton, mas afirmou que votaria favorável a pauta.

“Não posso fazer desse projeto palanque político. Em relação à visita do secretário comungo da visão do Remirton, ele veio apresentar mas não quis saber de outras propostas. Quando o secretário disse que iria apresentar uma proposta, perguntou meu posicionamento e eu respondi que não questiono as obras que estão por vir, mas a forma como se faz”.

Projeto aprovado com vereador votando contrário ao seu discurso

Ao ser deliberado para votação o projeto foi aprovado com 11 votos favoráveis e apenas um contrário. O que chamou a atenção de todos presentes na reunião foi que, Zé Alberto, vereador que tentou adiar a votação e até mesmo, afirmou que a pauta seria uma procuração em branco e não assinaria em tal documento, votou favorável a aprovação do projeto.

CONFIRA O PROJETO 072/2020 NA INTEGRA: CLIQUE AQUI

Mais lidas