Conecte-se conosco

Cidade

Vídeo mostra superlotação em hospital de campanha de Divinópolis

Israel Silveira

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Gravação foi feita pelo prefeito Gleidson Azevedo (PSC) que, junto com a vice, visitou o local. Médicos pedem que população siga à risca as medidas de prevenção contra a doença


O prefeito de Divinópolis, na região Centro-oeste do Estado, Gleidson Azevedo  (PSC) afirmou nesta sexta-feira (12) que o Executivo Municipal deve aumentar as restrições na cidade nos próximos dias, para tentar frear o avanço da Covid-19. A fala vem após o município atingir 100% da ocupação de leitos do Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do hospital de campanha, tanto para adultos quanto para crianças. Na enfermaria, há apenas uma vaga disponível.

Gleidson e a vice-prefeita Janete Aparecida (PSC) visitaram o hospital de campanha nesta sexta-feira e, em vídeo publicado nas redes sociais mostraram a superlotação do local e o pedido dos médicos para que a população siga à risca as medidas de prevenção contra a Covid-19.

Na gravação, uma funcionária que trabalha na ala Covid do hospital de campanha aponta que dos 25 leitos de CTI destinados a pacientes com Covid-19 estão ocupados, um deles por um jovem de 18 anos. Já na pediatria, a situação é mesmo. De acordo com a funcionária a ala possui oito leitos e todos seguem ocupados. Na enfermaria, dos 12 leitos disponíveis, apenas um não está ocupado. Médicos do Hospital de Campanha pedem que a população sigam à risca as medidas de prevenção contra a Covid-19.

“As imagens falam por si só. Não só a UPA como no Hospital São João de Deus, o Bento Menni.A gente vai ter que rever o decreto. Aquele decreto que Divinópolis for aderir, as outras regiões também terão que aderir”, afirmou o prefeito Gleidson Azevedo.

A vice-prefeita endossou, no vídeo, as palavras do gestor. “Nós não temos condições de tomar uma decisão mediana, ela precisa ser pela vida”, disse Janete Aparecida indicando um possível endurecimento das restrições da cidade.

Números

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado nessa sexta-feira (12) pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) e que traz a situação das cidades mineiras, Divinópolis já registrou 7.180 casos de pessoas com coronavírus, além de 172 óbitos. O documentos ainda aponta que 9.352 pessoas já receberam a primeira dose as vacina e 4.635 completaram o ciclo de vacinação com a segunda dose.

  • Fonte: O Tempo

Mais lidas