Conecte-se conosco

Saúde

Vacinar crianças é ato de responsabilidade dos pais

Avatar

Publicados

em

Com apenas 75% de crianças de Nova serrana imunizadas contra sarampo e poliomielite, secretaria de saúde convoca pais a vacinarem seus filhos nos próximos dois dias

 Há apenas dois dias para o fim da campanha de vacinação contra Sarampo e Poliomielite, Nova Serrana ainda contabiliza resultados abaixo da meta determinada para a cidade.

Segundo os dados da Secretaria Municipal de Saúde, das 5.396 crianças que devem ser vacinadas, 4.061 receberam as doses das vacinas, ou seja, mais de 1.200 crianças ainda não foram imunizadas em Nova Serrana.

Os dados apontam, no entanto que a cidade ainda está com percentual de cobertura superior aos números apresentados em Minas Gerais e no país de forma geral.

Nova Serrana hoje obtém um índice de cobertura de 75% do seu público até o encerramento desta edição, já o estado de Minas Contabiliza um percentual de cobertura de 72% e quando comparado ao país, percebemos que a cobertura está baixa realmente em todo o território, com apenas 70% do público imunizado.

Em todo o país cerca de 11,2 milhões de crianças precisam ser vacinadas, contudo aproximadamente 7,9 milhões receberam as doses das vacinas, o que coloca todo o Ministério da Saúde sobre alerta.

 Doenças com risco de voltarem a figurar no Brasil

Tanto a Poliomielite quanto o Sarampo são doenças que eram consideradas erradicadas no Brasil, contudo nos últimos anos, com a queda da cobertura vacinal, alguns casos voltaram a ser registrados pelo Ministério da Saúde.

Com os primeiros sinais de queda nas coberturas vacinais em todo o país detectados no ano de 2016, já em 2017 as doenças já erradicadas voltaram a ser motivo de preocupação entre autoridades sanitárias e profissionais de saúde.

Estados como Amazonas, Roraima, Rio Grande do Sul, Rondônia e Rio de Janeiro já confirmaram casos de sarampo este ano.

O receio do Ministério da Saúde é que estas e outras doenças possam voltar a circular no Brasil caso a cobertura vacinal, sobretudo entre crianças, não aumente.

Por meio de comunicado o Ministério da Saúde, destacou que as baixas coberturas vacinais identificadas em todo o país acendem o que chamou de “luz vermelha”.

 Medidas em Nova Serrana

Diante da necessidade de se alcançar a meta estipulada de imunização, a Secretaria Municipal realizará no dia primeiro de setembro uma ação no PSF do bairro Marisa, que receberá o programa Saúde no Bairro.

Mesmo após o término da campanha, será realizada no PSF a vacinação de crianças com idade de 1 a 5 anos.

Ainda de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, por parte do Ministério da Saúde, ainda não foi informado se a campanha será estendida por mais alguns dias, o que aumenta a responsabilidade dos pais em levar seus filhos às unidades de saúde até a próxima sexta-feira e realiza a imunização.

Segundo a secretária Municipal de Saúde, Glaucia Sbampato, diante da baixa cobertura aguardado um posicionamento do Ministério da Saúde para que seja dada continuidade na estratégia adotada. “Acabamos de conferir com a Gerencia Regional de Saúde, e até o momento não houve nenhum comunicado do Ministério da Saúde. Cientes da baixa cobertura acredito que em breve será informado um posicionamento a ser tomado, que pode ser tanto a ampliação da data limite da campanha como outra estratégia a ser adotada referente à imunização, contudo os responsáveis devem levar suas crianças o quanto antes, preferencialmente antes do fim da campanha para que sejam vacinadas”, finalizou Gláucia Sbampato.

SARAMPO – O sarampo é uma doença infecciosa aguda, de natureza viral, grave, transmissível e extremamente contagiosa. Complicações infecciosas contribuem para a gravidade do quadro, particularmente em crianças desnutridas e menores de um 1 ano de idade.

Os sintomas incluem febre alta acima de 38,5°C; erupções na pele; tosse; coriza; conjuntivite; e manchas brancas que aparecem na mucosa bucal, conhecidas como sinais de Koplik e que antecedem de um a dois dias antes do aparecimento da erupção cutânea.

A transmissão do sarampo acontece de quatro a seis dias antes e até quatro dias após o aparecimento do exantema (erupção cutânea). O período de maior transmissibilidade ocorre dois dias antes e dois dias após o início da erupção cutânea.

POLIOMIELITE – Causada por um vírus que vive no intestino, o poliovírus, a poliomielite geralmente atinge crianças com menos de 4 anos de idade, mas também pode contaminar adultos.

A maior parte das infecções apresenta poucos sintomas e há semelhanças com as infecções respiratórias como febre e dor de garganta, além das gastrointestinais, náusea, vômito e prisão de ventre.

Cerca de 1% dos infectados pelo vírus pode desenvolver a forma paralítica da doença, que pode causar sequelas permanentes, insuficiência respiratória e, em alguns casos, levar à morte.

Mais lidas