Conecte-se conosco

Cidade

Suspeitos que atentaram contra policiais em Nova Serrana são presos

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Dois homens, ambos de 25 anos, foram presos, na manhã da última terça-feira, 23 de março, em Nova Serrana. Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), a prisão ocorreu em uma operação conjunta da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) com a Polícia Militar (PM), em continuidade a uma investigação de crime tentado contra policiais civis e militares em Nova Serrana.


Conforme informado, os dois suspeitos, e outros dois presos em flagrante na data do crime, teriam atentado contra a vida de policiais civis da delegacia de tóxicos da cidade, durante abordagem policial.

O crime ocorreu em fevereiro deste ano, quando a equipe de policiais civis conseguiu surpreender um grupo de suspeitos envolvidos em tráfico de drogas, que reagiu disparando contra os investigadores.

Na data do fato, além das prisões em flagrante de dois homens, cinco mil pedras de crack foram apreendidas. Além disso, na última segunda-feira (22), quando a PM tentou prender o restante do grupo, eles atentaram contra os militares também.

De acordo com o delegado Davidson Marcos dos Santos Lara, responsável pela investigação, a ação foi célere.

“Imediatamente, após a primeira ocorrência, em que atiraram contra nossos policiais, identificamos e representamos pela prisão dos outros dois envolvidos. Na data de ontem, os mesmos indivíduos também reagiram à abordagem de policiais militares realizando disparos. São extremamente perigosos e ousados, e fazem parte de uma organização criminosa responsável por diversos crimes na região”, afirmou.

O delegado também destacou que “essa sempre será a resposta das forças de segurança do estado àqueles que, porventura, ousem atentar contra qualquer policial”.

Os presos foram encaminhados à Delegacia Regional de Polícia Civil em Nova Serrana e, posteriormente, ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da justiça. As investigações prosseguem.

Leia mais...
Propaganda

Mais lidas