Conecte-se conosco

Curiosidade

Queima da maior apreensão de maconha do país vai levar 15 h

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

A polícia de Mato Grosso do Sul faz nesta quarta-feira (02), a queima da maior apreensão de maconha da história do país. As 33 toneladas da droga tiradas de circulação em Maracaju, no dia 26 de agosto, estão sendo incineradas nos fornos de uma farinheira localizada no Distrito Industrial de Dourados.

A queima da droga foi autorizada pela Justiça, vai ser feita sob a vigilância de policiais, integrantes do Poder Judiciário e do Ministério Público Estadual. A previsão é de que a incineração seja concluída em 15 horas.

A presença de policiais e autoridades no local vai seguir todas as regras de biossegurança em vigor, por conta da pandemia de Covid-19.

Apreensão

O entorpecente era transportado em uma carreta, cujo motorista fugiu ao ver policiais do Departamento de Operações da Fronteira (DOF). Um rapaz de 25 anos e um homem de 45 foram presos.

Os dois estavam em um carro que seguia atrás da carreta e faziam o serviço de batedor, cuidando a fiscalização policial na rodovia e informando ao condutor da carreta, por rádio. A defesa dos dois homens já pediu a concessão da liberdade provisória, mas a Justiça negou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: Por G1 MS

Fotos: Divulgação SEJUSP/DOF

Mais lidas