Conecte-se conosco

Saúde

Nova Serrrana divulga LIRAa e residências são responsáveis por 95% dos focos de dengue

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

A Secretaria de Saúde de Nova Serrana divulgou o resultado do 1º LIRAa de 2019 e os números confirmaram que as residências continuam sendo o principal local de proliferação do mosquito transmissor da Dengue.

De acordo com o levantamento, 95% dos focos foram encontrados dentro das residências, em locais como reservatórios de água de geladeira, caixas d’água ligada a rede, vaso sanitário, ralinhos de banheiro e bebedouros de animais. Construção, caixas de cola à base de água em fábricas e tambores são os demais objetos onde a maioria dos focos foi encontrada.

O LIRAa, realizado entre os dias 21 e 23 de janeiros, apontou índice de infestação em Nova Serrana de 4,7%, ou seja, a cada 100 casas visitadas, focos do mosquito foram encontrados em 4,7 % dos imóveis visitados, durante a pesquisa.

Intensificação dos trabalhos

Segundo a Coordenadora do Setor de Endemias, Idália Carneiro, as ações de combate ao mosquito da Dengue já foram intensificadas desde o final do ano passado.

“Retornamos com os trabalhos aos sábados, onde os agentes visitam residências, comércios, fábricas e terrenos baldios recolhendo materiais que possam acumular água. realizaremos mutirões de limpeza, onde os moradores retiram de dentro dos imóveis todo material que não é mais utilizado, e ou que possam acumular água, com o auxílio, e apoio da secretaria de obras, que disponibilizará um caminhão para o transporte do material recolhido. Além disso, estamos fazendo uso da bomba costal nos bairros com maior número de notificações para eliminação do mosquito adulto”.

Idália também fala das ações que serão realizadas em parceria com a comunidade.

“Realizaremos ações em conjunto com as associações de bairros e mobilizações com a participação da população para juntos, minimizar os riscos eminentes de uma epidemia, conforme prognóstico da Secretaria de Estado da Saúde e os resultados do LIRAa de outubro de 2018 e janeiro de 2019. No mais, informamos aos moradores em geral que cada um faça a sua parte. Os riscos são iminentes de uma epidemia, tanto no país, como Minas Gerais, e Centro Oeste do Estado, e Nova Serrana está entre os municípios de maiores riscos. Se todos contribuírem de forma coerente, realizando limpeza de sua residência, tirando 10 minutos aos sábados para a retirada de materiais e fiscalizar com assiduidade seu imóvel, com certeza, todos ganharemos e evitaremos transtornos maiores, evitando o adoecimento e até óbitos.

Comparativo de casos notificados e confirmados de Dengue em Nova Serrana entre os anos de 2017, 2018 e janeiro de 2019.

 

LIRAa 2017 LIRAa 2018 LIRAa 2019
Janeiro 5,4% (Alto Risco) Janeiro 3,4%(Alto Risco) Janeiro 4,7% (Alto Risco)
Março 2,1% (Médio Risco) Abril  2,8%  (Médio Risco)
Outubro 2,2% (Médio Risco) Agosto 1,3% (Médio Risco)
Outubro 4% (Alto Risco)
Notificações 2017

 

96 notificações

16 casos confirmados

Notificações 2018

 

788 notificações

637 casos confirmados.

Notificações 2019

35notificações
1 caso confirmado (Chikungunya)
5 casos confirmados (Dengue)

 

Leia mais...
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas