Conecte-se conosco

Administração

Prefeitura afirma que já foram entregues 1.700 cestas e vereador rebate: “declaração causa estranheza… não tem como comprovar isso”

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Em Nova Serrana a administração municipal assinou na última terça-feira, dia 06 de abril, o contrato referente à compra de 20 mil cestas básicas para doação a populares do município em situação de vulnerabilidade.


De acordo com documento que este Popular teve acesso, as cestas foram adquiridas em processo licitatório vencido pela empresa Redemix Comércio e Distribuidora Eireli, da cidade de Contagem.

Segundo o documento as cestas básicas foram adquiridas no valor de R$ 68,21 a unidade, sendo assim as 20 mil unidades terão o custo total de R$1.364.200,00 para o município.

Clique aqui e confira a ata de registro de preços das Cestas Básicas – Contrato-Assinado

Entrega das cestas básicas

Em contato com a administração municipal, este Popular questionou a gestão sobre o andamento do processo de aquisição e distribuição das cestas básicas.

Conforme nota encaminhada a este Popular, a prefeitura afirmou que o processo de aquisição de cestas básicas ainda está sendo concluído, estando nesse momento em aberto o prazo para recursos no processo licitatório.

Foi também pontuado que “a prefeitura aguarda também um posicionamento do fornecedor quanto à previsão de entrega, considerando o alto volume”.

Sobre a assistência as famílias necessitadas, uma vez que o processo foi anunciado a praticamente um mês, a gestão municipal afirmou que nenhum popular que buscou assistência nos órgãos oficiais do município até  momento deixou de ser atendida.

“Reiterando que as pessoas que necessitem da Assistência Social do município devem procurar as unidades CRAS nos bairros Planalto, São Geraldo, Romeu Duarte ou a Secretaria de Desenvolvimento Social, no Centro Administrativo. A prefeitura ressalta que nenhuma família que tenha procurado as unidades CRAS e a Secretaria de Desenvolvimento Social, manifestando necessidade e se cadastrado, ficou sem assistência, inclusive com cestas básicas”.

Por fim a administração afirmou que “até esta sexta-feira (9), foram 1.700 cestas entregues, além de 5 mil quilos de legumes e frutas distribuídos às famílias de Nova Serrana”. Finalizou a administração.

Vereador rebate afirmações da Prefeitura de Nova Serrana

Após o recebimento das informações da administração, esse Popular entrou em contato com o vereador Willian Barcelos, presidente da comissão de finanças da Câmara Municipal e por sua vez o edil rebateu as informações trazidas pela administração afirmando que não tem como a prefeitura provar a doação destas 1700 cestas.

“Essas mais de 1000 cestas distribuídas no mês de março não há como comprovar isso, afinal de contas não havia licitação em curso então como elas foram adquiridas? Subentende-se que elas sejam derivadas do banco de alimentos, o banco é alimentado por recursos da iniciativa privada, doação de pessoas e empresas e simplesmente a prefeitura fez a logística, recebeu e entregou aquilo que não era dela”.

Segundo Barcelos afirmou que “hoje temos que reconhecer que quem está de fato contribuindo para sanar a fome no município são instituições religiosas, são empresas privadas, são pessoas físicas, muitas delas até de poucas posses mas sensibilizadas vem doando para o banco de alimentos… Existem situações que nós não exploramos, por exemplo entre dezembro e janeiro o conselho central de Nova Serrana distribuiu quase 200 cestas, que foram fruto de emenda impositiva minha do ano anterior, e foram disponibilizadas e o conselho central inclusive já prestou contas, essas doações são frutos de entidades”

Willian ainda disparou que o fato da administração afirmar que ninguém que procurou a gestão ficou sem assistência não “passam de falácias”.

“Quanto ao fato de dizer que ninguém sai de mão abanando da prefeitura, pra mim não passa de falácias, porque recebo constantemente dezenas de mensagens dizendo ao contrário, que não foram atendidas na Prefeitura, que não passaram do portão, alegando a onda roxa, de pessoas que foram até a Defesa Civil e alegou-se que estava fazendo um cadastro ainda, que não tinha cesta e tão logo estas cestas chegassem elas seriam disponibilizadas. É impossível então crer naquilo que não se comprova e não se comprovar em elementos fortes, todos os vereadores recebem reclamações, pessoas estão se manifestando nas redes sociais, pedindo os alimentos e caso já tivessem sido distribuídas essa quantidade de cestas nada mais justo do que vir a público divulgações demonstrando que as doações vem sendo realizadas”.

Finalizando o vereador ainda disparou: “o que queremos ver é o recurso da Prefeitura, do povo de Nova Serrana sendo devolvido para ao povo, nesse momento de calamidade em forma de cestas básicas”. Finalizou.

Confira as unidades onde podem ser feitas as solicitações de cestas básicas:

  • Unidades Cras Nova Serrana

Cras Geralda Ferreira

Rua Mato Grosso do Sul, 681 – Planalto (3226-2670)

  • Cras Renivaldo Gomes dos Santos

Rua Messias Jerônimo, 1066 – São Geraldo (3226-1542)

  • Cras Maria de Lourdes Silva

Rua José Antônio Camilo, 316 – Jeferson Batista de Freitas (3226-8253)

  • Horário de funcionamento das unidades

Segunda a quinta – 8h às 18h

Sexta-feira – 8h às 17h

Foto: Imagem Ilustrativa

 

Mais lidas