Conecte-se conosco

Cidade

Polícia Civil de Nova Serrana prende suspeito que confessou ter matado a companheira

Avatar

Publicados

em

Vítima morreu após sofrer várias lesões, inclusive golpes de chave de fenda; segundo apurado, a motivação está ligada a desentendimentos entre o casal

A Polícia Civil de Nova Serrana cumpriu mandado de prisão contra um homem, de 38 anos, suspeito de matar a companheira Leyde Dayane Alves Rosa de 35 anos, em Nova Serrana, região Centro-Oeste do estado.

O investigado foi preso na manhã desta sexta-feira (18/12), quando se apresentou na Delegacia Regional da cidade.

O mandado havia sido representado pela PCMG no âmbito da investigação.

O feminicídio ocorreu na última quarta-feira (16/12), no bairro São José. O suspeito confessou o crime, informando que, após uma discussão, começaram agressões mútuas.

Para fugir, a mulher teria pulado de uma sacada da casa, que fica no segundo andar de um sobrado, e caído no quintal do imóvel de baixo, que se encontrava vazio.

O suspeito teria descido até a residência vizinha, arrombado o portão e continuado a agredi-la, possivelmente, com uma chave de fenda, até que a vítima desfalecesse.

Logo após, o homem retornou à residência, vestiu uma roupa e escondeu-se em uma área de mata. Quando a polícia chegou ao local, a vítima já se encontrava sem vida.

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Dra. Karine Tassara Fernandes, logo após os fatos, a PCMG instaurou inquérito policial e representou pela prisão do suspeito.

“Foi um crime que chocou toda a cidade, não só por se tratar de um feminicídio, mas por toda dinâmica que o envolveu”, assinala.

As apurações apontam que o casal estava junto há pouco mais de dois meses, e que as discussões e agressões eram constantes.

“A vítima deixou quatro filhos, sendo que um deles, um garoto de 13 anos, presenciou parte das agressões. Nossa sociedade não tolera mais crimes dessa natureza, e a Polícia Civil está empenhada em combatê-los”, observa a delegada, ao informar que, mesmo com a confissão, as investigações continuam no intuito de esclarecer mais detalhes do crime.

O suspeito será encaminhado a unidade do sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça.

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br"
A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Mais lidas