Conecte-se conosco

Editorial

O que era oculto se tornou revelado!

Publicados

em

Para os que acreditam na Bíblia existem alguns versículos que falam sobre o título de nosso editorial. Um destes textos no livro de (São) Marcos, capítulo IV, verso 22, encontramos os seguintes dizeres:

“Porque nada há encoberto que não haja de ser manifesto; e nada se faz para ficar oculto, mas para ser descoberto”.

Se a premissa for verdadeira, o que não falta na política são coisas ocultas que podem ser reveladas, e na última reunião na câmara dos vereadores, muita coisa oculta foi revelada.

Para começar temos que reforçar que se alguém ainda acreditava no discurso pífio dos dois lados da política de Nova Serrana, ou seja, Euzébio Lago e Osmar Santos, representando situação e oposição, de que não existia nenhum rompimento entre os poderes legislativo e executivo, sua crença caiu por terra.

Foi escancarado para todos com direito a socos na mesa e tom de voz elevado que os dois lados estão em um conflito declarado. A indisposição que antes era oculta foi declarada e não resta mais a ninguém a dúvida de quem é de quem no legislativo municipal.

A briga começou com um ADIN, que derrubou uma lei de um vereador de sua base, dai os opositores resolveram entrar de cabeça na chuva e se molharem de vez.

Com uma emenda na Lei Orgânica pretendem tornar as decisões e autorizações quanto à utilização do solo em Nova Serrana com decisão também da Câmara.

A partir dai o que se viu na Câmara na última terça-feira foi um festival de palavras entoadas em tons exaltados.

Um legislador afirmou que votaria contra devido ao fato de que empreiteiros não fizeram uma visita ao seu gabinete, assim como aconteceu com os da oposição; o outro, disse que não confia na intenção dos próximos vereadores.

Outro da oposição questionou “até maliciosamente”, o porquê de o prefeito querer manter essa decisão em suas mãos, e as ameaças aconteceram de forma subjetiva afirmando, “quero ver como vai votar a próxima emenda de autoria do executivo quanto à lei orgânica.”

O debate vinha expondo questões que permaneciam ocultas e para que não haja nenhuma dúvida de quem é de quem ali dentro, o próprio vereador que teve a lei derrubada pelo executivo, está disposto a votar contra a emenda, e seus colegas da oposição afirmam que vai votar contra devido às ordens do executivo.

A “pancadaria” só não foi maior porque o atual presidente, um dos cabeças da oposição, resolveu dar uma pausa para que os vereadores pudessem gritar e quem sabe,  colocar o dedo na cara no coleguinha e xingar a mãe dentro da salinha.

Isso tudo fica no campo das ideias porque a imprensa não foi convidada a participar da reunião, e pelo tom que a coisa tomava do lado de fora, lá dentro a conversa rápida foi absolutamente resolutiva, só não se sabe o quanto intensa.

Ao saírem da reunião “secreta”, ambos os lados tiraram suas emendas, e uma semana de espera e negociações, tão ocultas quanto a conversa da salinha.

E por falar em ocultas, para se ter uma ideia, teve gente de dentro da câmara falando do lado de fora sobre pedido de propina, sobre aprovar projeto para salvar empreiteiro, sobre político que tem áreas valorizadas no nome de “parentes”, para facilitar a aprovação; teve de tudo e mais um pouco.

Os dois lados da política de Nova Serrana declararam publicamente que estão dispostos a tornar a vida de seu grupo opositor mais complexa do que se imagina.

Ainda nos bastidores ouvimos de uns que a emenda do uso do solo não será aprovada de forma alguma, ouvimos de alguns que as propostas do executivo, como uma suplementação que vem por ai, terão sua vida complicada na casa, e no fim a briga que antes era anunciada agora se torna concreta.

Esperamos para o desenrolar de novos fatos, mas uma coisa é claro, pelo visto terá muitas outras coisas ocultas sendo reveladas, e com isso a animosidade e indigestão entre executivo e oposição se torna ainda mais acirrada e tão declarada quanto nunca.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas