Conecte-se conosco

Nova Serrana

Número de homicídios consumados e tentados registra queda em 2021

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Nova Serrana está mais segura, a cidade que vem registrando uma redução de 35% dos crimes violentos, no comparativo entre 2021 e 2020, também registra a redução do número de homicídios no município. Segundo dados apurados junto ao 60º Batalhão de Polícia Militar de Minas Gerais (BPMMG), a média mensal de ocorrências caiu de 2,25 em 2019, para 1,8 em 2021.


Conforme os dados repassados, no ano de 2019 a capital do calçados registrou ao longo dos 12 meses 27 homicídios consumados, obtendo assim uma média mensal de 2,25 crimes registrados.

Já em 2021, até o dia 05 de outubro, foram contabilizados pelo 60º BPMMG, 19 homicídios consumados em 18 ocorrências registradas, obtendo assim a média mensal de 1,8 crimes, que se mantida o município terá aproximadamente 21 homicídios registrados, podendo assim a cidade ter registrado ao longo do ano, uma redução em torno 20% quando comparado ao ano de 2019.

A redução dos crimes de homicídio segue em queda desde o ano passado, quando em 12 meses foram contabilizados exatos 21 homicídios consumados. Os números obtidos em 2021 foram considerados pelo comandante do 60º BPMMG, Tenente Coronel Alexsander de Oliveira Silva, como “ótimos resultados”.

“O 60º BPMMG vem apresentando ótimos resultados no que tange ao combate aos homicídios na área da Unidade. Até o presente momento foram registradas 18 ocorrências com 19 vítimas, sendo que nos anos anteriores houve: 21 em 2020, 27 em 2019, 43 em 2018, 45 em 2017 e 48 em 2016. Quanto aos homicídios tentados foram registradas 17 ocorrências em 2021 e nos anos anteriores houve 28 em 2020, 31 em 2019, 55 em 2018, 68 em 2017 e 61 em 2016”.

Homicídios tentados

Até o último dia 05 de outubro, segundo os dados repassados pelo 60º BPMMG, foram registradas 17 tentativas de homicídio em Nova Serrana, o que representa uma média mensal de 1,7 crimes.

Já no ano e 2020, a cidade contabilizou ao longo dos 12 meses 28 tentativas de homicídio, o que incide em uma média de 2,3 homicídios tentados.

No ano de 2019 os números foram ainda mais altos, sendo registradas 31 tentativas de homicídio, tentados, o que incide em uma média de 2,58 crimes por mês.

Compromisso com a segurança pública e trabalho preventivo

De acordo com o Ten. Cel. Alexsander, a redução dos crimes violentos é resultado de um trabalho de inteligência promovido com intensificação de operações de repressão a criminalidade.

“Foi observado que a maioria das ocorrências (de homicídio tentado e consumado) se relacionavam ao Tráfico de Drogas, assim, no decorrer no ano de 2021, foram adotadas diversas Ações e Operações de caráter Preventivo e Repressivo no combate e prevenção aos crimes de Tráfico de Drogas, sendo desencadeadas várias Operações em locais pontuais da cidade de modo a coibir esses crimes, estando o Batalhão com um recorde de prisão de traficantes, principalmente na cidade de Nova Serrana, prisões essas que tem contribuído para o controle dos homicídios”.

O comandante também apontou que a redução da criminalidade esta relacionada e todos os crimes violentos em Nova Serrana. “O 60º BPM está apresentando uma redução significativa dos crimes violentos em geral, dentre estes crimes violentos temos o homicídio e roubo, onde a redução em comparação o mesmo período do ano de 2020 é de aproximadamente 35%. Observa-se que se for feita a comparação com o mesmo período do ano de 2017 essa redução chega a ser aproximadamente de 90%”.

Seguindo, o comandante apontou que “essas reduções são em decorrências das Ações de Prevenção e Repressão Qualificada principalmente dos recursos empregados do 60º BPM com Operações especificas desencadeadas pelas as equipes do Tático Móvel e Gepmor e equipes ordinárias do policiamento, recebendo o apoio do Helicóptero Pégasus do COMAVE com grande frequência, equipes do GER e ROCCA da 7ª Cia Ind PE e equipes da ROTAM”.

Por fim Ten Cel Alexsander destacou os esforços e comprometimentos dos militares da unidade como fator diferencial para a redução da criminalidade e ainda, ratificou que novas operações serão realizadas ao longo do ano.

“Destaca-se que os Policiais Militares do 60º BPM que estão no dia a dia na atividade operacional são a maior força da Unidade, de fato é o que tem feito a maior diferença através das Operações diárias, dedicando diuturnamente no combate à criminalidade e protegendo o cidadão de bem. O objetivo do 60º BPM é melhorar ainda mais esses índices até o final do ano e diversas Operações continuarão sendo desencadeadas nesse sentido”. Concluiu.

Esforços das autoridades

Os trabalhos de segurança têm uma significativa cooperação do deputado Fábio Avelar (Avante), que direciona esforços para promoção da segurança em Nova Serrana como a ampliação do quadro de militares, instalação de câmeras de vídeo monitoramento e destinação de novas viaturas.

Por sua vez a prefeitura de Nova Serrana também é um importante agente na promoção da segurança pública, uma vez que a administração municipal que viabiliza parcerias e convênios que proporcionam melhores condições de trabalho para os homens da lei.

Segundo pontuado pela administração, “desde 2017 o governo municipal vem fazendo um grande investimento em segurança pública, considerando que essa era uma das áreas mais sensíveis do município; Nova Serrana era a quarta cidade mais violenta do estado em 2016. Os investimentos realizados desde 2017, já fizeram e continuam impactando de forma positiva a realidade e o cotidiano da população de Nova Serrana”.

De acordo com o prefeito Euzebio Lago, todos os índices favoráveis, refletem os investimentos feitos por este governo municipal e pelo governo de Minas em todos estes anos.

“Exemplo disso podemos citar a implantação e, sobretudo, a manutenção financeira mensal do sistema Olho Vivo, a mobilização para designação de mais militares e agentes (PM e PC), veículos e equipamentos para as forças de segurança, a designação de aproximadamente 70 servidores municipais para atuar no 60º BPM, na 5ª Delegacia Regional de PC, Corpo de Bombeiros e Judiciário, que corresponde a um investimento médio de R$2,5 milhões ao ano de recursos do município nas forças de segurança estaduais. Destaque também para a instalação da Delegacia da Mulher e para a reestruturação da Guarda Civil Municipal, com a realização de seu primeiro concurso desde sua criação, há 16 anos, que formará agentes para a atuação no trânsito e na segurança”.

(Dados retirados no Armazém de dados do SIDS)

Mais lidas