Conecte-se conosco

Policial

Nova Serrana obteve redução de 44% nos índices de assaltos em comparação ao mesmo período de 2017

Publicados

em

A exatamente um ano, Nova Serrana foi colocada como a cidade de Minas Gerais com maior percentual de assaltos por cidadãos. A cidade chegou a ser considerada a mais perigosa do Estado quanto ao número de assaltos, segundo o Igesp Focal, levantamento feito pela Polícia Militar.

Contudo o aumento do efetivo e investimentos públicos quanto a segurança, surtiram efeito e após 12 meses a cidade foi considerada pelo mesmo levantamento a 5ª em redução de assaltos em todo o estado.

Entre os dias 1º de janeiro e 3 de março de 2017 foram registrados 469 assaltos em Nova Serrana, no mesmo período em 2018 foram realizadas 166 ocorrências de assaltos no município, ou seja no mesmo período em 2018 foram registrado 203 assaltos a menos.

O mês de maior incidência de crimes em 2017 foi janeiro, quando foram registradas 253 assaltos, contudo em 2018 esses índices caíram para menos da metade, sendo registrados 120 assalto em Nova Serrana.

Com a significativa queda Nova Serrana se tornou a 5ª cidade com maior redução de crimes dessa espécie no estado, obtendo percentualmente de redução de 44%.

A queda contudo vem acontecendo de forma  sistêmica, uma vez que a  cidade que chegou a ter uma taxa de mais de 150% de crescimento de assaltos em janeiro de 2017, concluiu o ano passado com 5,9% no mês de dezembro do ano passado.

No Caminho certo

De acordo com o comandante do 60º Batalhão da Polícia Militar, Tenente Coronel Wemerson Lino Pimenta, o entendimento de a cidade estar no caminho certo quanto a redução da criminalidade, é um fator que motiva ainda mais os militares em seu trabalho diário e traz satisfação quanto aos resultados.

“O Ano de 2018 podemos fazer muito mais, já temos uma redução hoje de 44%, quando comparado com o ano passado no acumulado. Estamos longe de ser a cidade do estado com maior índice de roubo, estamos figurando entre as primeiras com o maior número de redução”. Diz o comandante.

O comandante pondera ainda que os resultados obtidos não tem sobre a PM uma sensação de acomodação e sim de que o caminho tem sido acertado, e que o objetivo é obter uma redução ainda maior em 2018.

“O ano de 2017 nos mostrou o caminho, sabemos que não esta bom, entendemos que precisamos melhorar, mas a melhoria nos resultados nos mostrou que estamos na direção, assim vamos continuar empreitando esforços, harmonizar a relação com a população e continuaremos trabalhando em prol da população de bem”, pondera o comandante.

De forma séria e comprometida o comando do 60º Batalhão afirma que é irresponsável afirmar que vai acabar com a criminalidade, mas que o empenho e as diretrizes caminham para que a cada dia o cidadão se sinta mais seguro no município.

“Não vou ser leviano e falar que vamos acabar com o crime, isso é algo social, mas podemos dizer que essa sinergia de esforços e conjunção de trabalho impactam sim em uma possibilidade de viver em uma comunidade com mais paz, mais ordem e temos o papel fundamental diante disso para nas ruas proteger o cidadão de nossa cidade”. Afirmou o Ten. Cel. Wemerson Lino Pimenta.

Sinergia

Ao assumir o 60º BPM, o atual comando da PM na cidade se deparou com índices de crimes violentos em Nova Serrana e nos demais cinco municípios que são cobertos pela unidade apresentando uma incidência elevada de crimes violentos.

Diante disso várias ações foram implementadas, pelo governo do estado quanto a ampliação do efetivo, e de uma busca das autoridades da cidade para que a cidade tivesse maiores condições de combater efetivamente a criminalidade.

Essa sinergia de pensamentos e esforços entre todos os setores, público, privado e político, possibilitou que os trabalhos fossem mais contundentes e tem como resultado os números obtidos de 2017 para 2018.

“A partir dessa sinergia destaco algumas intervenções como o aumento do efetivo no final de maio, a implementação do olho vivo, a digitalização da rede de radio, um aporte logístico com viaturas. É importante ressaltar os avanços a tecnologia que veio através da emenda do deputado Fabio Avelar que sempre esteve atento e se preocupando em poder ajudar. Tudo isso traz um suporte para o trabalho que culmina em segurança pública”. Disse o comandante.

Como resultado desta implementação de esforços a PM pode intensificar seus trabalhos, o que torna a cidade mais segura para a população.

“Com os esforços temos uma intensificação das ações da PM dentro de uma parte mais prática e operacional. Tivemos o desencadeamento de varias operações de prevenção e repreensão aumentando as blitz, pontos de bloqueio junto aos acessos que dividem a cidade com as rodovias, sendo locais que são utilizados como rota de fuga, ocupando esses espaços, muitos treinamentos, orientações, trabalho junto a tropa, destacando a capacidade repressiva da tropa que é muito boa. Hoje temos uma capacidade de repressão muito positiva, isso inibe crime, o infrator sabendo que a resposta vai ser dada caso ocorra o crime ele muitas vezes hesita em  atentar contra o cidadão”. Explicou o comandante.

Filosofia de trabalho

Hoje a PM trabalha na filosofia de aproximação com a comunidade, com o foco dos policiais em proteger o cidadão de bem que é o principal objetivo da corporação.

Contudo as ações de combate a criminalidade não são exclusivas e únicas da PM, segundo o comandante, a aproximação e apoio entre os órgãos de segurança publica culminam  nesse impacto positivo quanto a queda da criminalidade.

“É importante ressaltar que é um trabalho conjunto e os meios para chegar aos resultados positivos não foram alcançados somente com a PM, a integração com os demais órgãos de defesa social, como a complementação do trabalho que é muito bem feito da Policia Civil, Drª Elenita Batista e toda sua equipe sempre esta solícita para dar continuidade ao trabalho iniciado. A recepção dos processos no Ministério Publico, a bravura da promotoria, tanto na área da criança e adolescente quanto na área criminal adulta, que faz um trabalho de qualidade, levando os casos embasados a justiça”. Expõe Ten. Cel. Wemerson.

Apoio e investimentos

Quanto as mudanças é importante ainda destacar que o 60º BPM recebeu um relevante aporte logístico, recursos humanos, e investimentos do município para combater o índice criminal na cidade.

“Temos sempre que estar atentos, a região é influenciada pelo crescimento econômico e populacional, sabemos que em lugares que são destaque também ocorrem uma elevação criminal, os infratores se aproveitam das oportunidades, e o comando sempre nos mantem com os recursos disponíveis. Temos ainda o apoio do poder executivo municipal, na pessoa do prefeito Euzebio lago com os convênios e demandas, temos as parcerias com o poder legislativo, na presidência passada e atual, bem como todos os vereadores, onde conseguimos quatro motocicletas XT660, aqui temos ainda o apoio da iniciativa privada dos empresários, da presidência do Sindinova que encabeça tratativas mais difíceis junto a segurança”. Afirma o comandante.

O que se pode esperar da Polícia Militar em 2018

Com o fato de um início de ano mais seguro, a perspectiva da população é que 2018 seja um ano mais seguro. Segundo o comandante o que se pode esperar é um ano de comprometimento e aproximação da comunidade, para que assim todos se sintam e estejam efetivamente mais seguros.

“O que a população pode esperar é o que vem ocorrendo, tivemos na semana passada uma mega operação onde foi trabalhado um serviço conjunto com o Ministério Público que empenhou o setor de inteligência, culminando na prisão de alvos relacionado a tráfico e homicídios, pode esperar mantermos as operações preventivas, de visibilidade de blitz e operações repressivas com o serviço de inteligência. Estaremos muito mais próximos da população, vamos ocupar as lacunas, em 2017 encontramos o caminho, e a perspectiva é que tenhamos um 2018 ainda mais intenso e motivado no combate a criminalidade”. Finalizou o comandante do 60º BPM, Ten. Cel. Wemerson Lino Pimenta.

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas