Conecte-se conosco

Colunistas

Nome forte – acordão – tomou bomba – vereadores afastados – cassação

Welder Gontijo

Publicados

em

NOME FORTE – ACORDÃO – TOMOU BOMBA – VEREADORES AFASTADOS – CASSAÇÃO

A um ano das eleições municipais de 2020, o AVANTE do deputado estadual Fábio Avelar vai se estruturando. Diversos nomes já foram apresentados pelas redes sociais do atual deputado e nesta semana foram apresentados os nomes de Alaci Naves de Lacerda e Guilherme Bueno Lemos. Alaci, além de desportista é filho da terra e pertence a uma tradicional família Serranense que em muito contribuiu e contribui com o crescimento de nossa cidade. Guilherme Bueno, também filho da terra e de tradicional família do “Cercado” é um jovem empreendedor de destaque no ramo esportivo. De perfil técnico, mesmo ainda muito jovem, Guilherme em duas oportunidades ocupou cargos na administração municipal. Em sua ultima e recente passagem pelos quadros do município, ocupou na atual gestão o cargo de secretário de esportes, tendo realizado um ótimo trabalho frente à pasta.

 NOME FORTE

Que o hoje Deputado Estadual Fábio Avelar, tem por sonho, comandar a capital mineira do calçado, todos aqueles que são mais próximos sabem. Em uma análise primária, é perceptível que o deputado tem reestruturado os partidos que tem sob seu comando e que as divulgações dos novos e bons nomes, de perfis técnicos e políticos, cujas apresentações são feitas às claras, apresentados pelas redes sociais na intenção de que o maior número de interessados possa tomar conhecimento nos leva a entender que o homem que teve uma expressiva votação nas últimas eleições para Deputado Estadual, suficiente para ocupar uma cadeira na câmara federal, esteja se articulando para as eleições 2020.

 TIME FORTE

Como se sabe, um governo que quer se sobressair tem que ter apoio e qualidade. Visando a possibilidade de estar no páreo em 2020, percebe-se a longa vista que o time de apoiadores formado pelo atual deputado em uma eventual disputa visa dar mais estrutura, robustez e qualidade a uma possível futura gestão. Por alguns entusiastas, é destacado também que há uma possibilidade da reedição da chapa vitoriosa de 2012, composta por Joel Martins e Fábio Avelar.

 ACORDÃO

Em um passado recente, pelo ex-prefeito Paulo César, foi ventilado a possibilidade de um “acordão” entre três lideranças da cidade. Paulo Cesar, Joel Martins e Fabio Avelar, a ideia do ex-prefeito, ultrapassa as barreiras das eleições de 2020, tendo um projeto amplo. Pelo acordo, em consonância, cada uma das lideranças envolvidas trabalhariam para ocupar uma cadeira na Assembleia de Minas, na Câmara dos Deputados e naturalmente no executivo local. Segundo os defensores da proposta, a ideia visa resgatar a representatividade do município e acompanhar o crescimento de Nova Serrana.

 TOMOU BOMBA

De acordo com o “Tesouro Nacional”, Nova Serrana teve nota “C” (a mais baixa), no quesito de avaliação sobre a capacidade de administração. O Tesouro tem por metodologia de avaliação três indicadores: endividamento, poupança corrente e índice de liquidez, ou seja, a relação entre receitas e despesas correntes, bem como a situação de caixa, capaz de diagnosticar a saúde fiscal do município. Com os quadros funcionais inchados, contratação de empréstimos e reparcelamentos de dividas com projeções de pagamentos para os governos futuros, Nova Serrana foi classificada com a nota “C”. Espera-se que o “puxão de orelhas” tomado, dê celeridade ao encaminhamento da prometida reforma administrativa e que não comprometa o inicio da famosa obra de asfaltamento “da parte de lá da cidade”, bem como diversas outras, tão necessárias e há tempos aguardadas.

 VEREADORES AFASTADOS

Destacado pela imprensa local o pronunciamento da Promotoria Pública quanto aos desfechos das investigações que apuram possíveis crimes praticados por seis vereadores. De acordo com a promotora do caso Dra. Maria Tereza, após a fase investigativa, a denúncia foi encaminhada à justiça, momento em que os acusados poderão exercer seus direitos de defesa. Não obstante ao processo criminal já requerido, apresentará também o Ministério Público, uma ação civil pública, a qual ao final, se condenados, poderão os acusados ter seus direitos políticos suspensos por até oitos anos (improbidade administrativa), perda de mandatos e possível ressarcimento ao erário.

 DESMEMBRAMENTO

Ainda de acordo com a promotora, uma nova investigação será iniciada, com intuito de se verificar a possível prática irregular de marcação de consultas. De acordo com dados preliminares, novos nomes poderão ser arrolados, tomando parte no processo judicial. Seguindo seu pronunciamento, disse a promotora, ter intenção de promover uma audiência pública, com envolvimento de toda a sociedade, que tem por finalidade destacar a ausência da necessidade de cada vereador ter três assessores, haja vista que segundo o entendimento da promotoria, as contratações foram para os cargos de assessoria parlamentar, mas que porém, os mesmos exercem a função de cabos eleitorais, remunerados com dinheiro público.

 CASSAÇÃO

O mês de agosto promete ser quente na câmara municipal de Belo Horizonte. Além do avanço do processo de cassação do vereador Cláudio Duarte (PSL), preso em abril por suspeita de prática de “rachadinha” em seu gabinete, o vereador Elvis Côrtes (PHS) também pode acabar perdendo seu mandato. O primeiro suplente, Capitão Leopoldo, esteve na Casa e disse que o vereador também deve perder o mandato por infidelidade partidária. Já há de fato um processo no TRE-MG sobre a situação. Côrtes, aliás, chegou a ser cassado e assim ficou por alguns dias, porém um novo recurso o levou a câmara.

 PREFEITO EM APUROS

A prefeitura de Ribeirão das Neves homologou no último dia 10, o resultado de uma licitação para alugar 1.200 veículos para uso de suas secretarias. Entre os veículos estão 156 da empresa em que um primo do prefeito é sócio e mais 804 de outra empresa de propriedade de um sócio do primo do prefeito municipal. Em 2017, o prefeito Junynho Martins, logo após assumir o executivo municipal, já havia contratado com a empresa de seu primo. Após a revelação do parentesco e do ato ter tomado publicidade pela imprensa e ser alvo de auditoria interna, foi rescindido o contrato entre executivo municipal e contratada.

 VARAL SOLIDÁRIO

Uma ótima iniciativa proposta por professores, direção e alunos da Escola Estadual Major Agenor Lopes Cançado tem chamado a atenção de quem transita pelos seus arredores. A ideia que parece ser tão simples tem substancialmente ajudado, de forma especial as pessoas mais carentes. No muro de entrada da escola, foi instalado um varal, onde pessoas de bom coração deixam vestuários, ainda em condições de uso e sem interferência, pessoas que necessitam de alguma peça, pega as que precisam sem custo algum. É comum nestes dias frios, percebermos que blusas, jaquetas e outros acessórios que protegem das noites geladas ganharem espaço.

 ABRACE A IDEIA

De acordo com o Professor Ismael Andrade, um dos idealizadores da ação, diversos voluntários participam do projeto, inclusive identificando entre moradores de ruas quais os tipos de vestimentas que mais necessitam para posterior captação. Na cidade, a iniciativa é pioneira e já tem apresentado bons resultados. Aquele que deseja contribuir com o projeto poderá deixar sua doação em qualquer horário no varal solidário em frente a escola ou entrar em contato com seus idealizadores pelos telefones 37-99112-2890, 99663-8065 e 99155-4765.

FRASE DA SEMANA

“Ou o MERCOSUL vira uma ferramenta para integrar as economias latino-americanas em torno de uma economia moderna, de crescimento econômico, maior abertura, aumento de competitividade e produtividade, ou o MERCOSUL não nos interessa.” Paulo Guedes, Ministro da Economia.

WELDER GERALDO GONTIJO é advogado e contador, especialista em Direito e Processo do Trabalho, articulista político, foi secretario municipal de Nova Serrana na gestão 2013/2016.

Continue Lendo
Propaganda

Mais lidas