Conecte-se conosco

Política

“Não vamos nos intimidar”

Publicados

em

Vereadores dizem que procurador adjunto está tentando intimidar os legisladores com ameaças de processo após ser acusado de crime de xenofobia

 Na última semana, foi publicado por este Popular uma entrevista com o procurador adjunto da prefeitura de Nova Serrana, Dr. Rildo Oliveira e Silva, onde foi pontuado pelo entrevistado que ele entraria com um processo contra o vereador Adair da Impacto (Avante), após o mesmo afirmar que o procurador havia cometido crime de xenofobia contra baianos em declarações dadas a imprensa.

As declarações, no entanto, não foram muito bem recebidas na casa do legislativo e na última reunião ordinária realizada no dia 03 de julho, vereadores comentaram o episódio e dispararam contra o procurador.

O posicionamento dos vereadores iniciou após Adair questionar sobre a sinalização e realização das obras da ponte que foi levada pelas chuvas no bairro Jardins do Lago.

Ao terminar seus pronunciamentos Osmar Santos (PROS), passou a presidência da seção para a vereadora Teresinha do Salão (PTB) e iniciou o discurso em defesa a Adair.

Osmar afirmou que a Câmara não irá se intimidar quanto as ameaças e que o procurador adjunto deveria ter mais respeito com a casa do legislativo.  “O procurador devia ter respeito com o vereador, será que ele pensa que ameaças vão nos intimidar. O que ele está fazendo é a maior palhaçada, ele tem trabalhado contra os pobres. Que me processe também, agora faz a palhaçada que quer fazer e depois vem falar que vai processar vereador”. Afirmou Osmar.

Em continuidade ao seu discurso o presidente ainda afirmou que o prefeito tem sido prejudicado por sua assessoria. “O prefeito não é tão ruim quanto parece, sua assessoria que tem o feito ir à queda abaixo. Esta de parabéns o vereador pela defesa dos baianos. Ninguém nessa casa tem medo desse tipo de coisa, enquanto a administração trabalha contra a população essa casa está aqui para defender os mais humildes”, disse Osmar.

Valdir Mecânico (PCdoB), também se posicionou quanto ao episódio e lamentou o fato. “Quero mais uma vez pedir desculpa ao povo baiano, como vocês eu também sou emigrante e sei que vocês vieram a nossa cidade para trabalhar e são de suma importância na história de Nova Serrana”. Disse Valdir Mecânico.

Após os pronunciamentos foi aprovada a moção de repúdio que será enviada ao procurador adjunto. A moção será assinada pelo entendimento de cada vereador e posteriormente será encaminhada para o procurador adjunto Dr. Rildo Oliveira e Silva.

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas