Conecte-se conosco

Atualidade

Minas Gerais se mantém como segundo estado a gerar mais empregos no país

Avatar

Publicados

em

Minas Gerais está, novamente, entre os primeiros estados da federação que mais geram empregos em todo o país, em 2019. Das 43.820 vagas abertas no Brasil, no mês de julho, Minas é responsável por 24% dos novos postos, com a criação líquida (diferença entre contratados e demitidos) de 10.609 oportunidades para os trabalhadores. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta sexta-feira (23/8).

Os números mostram ainda que Minas também ocupa a segunda posição no acumulado do ano, com a geração líquida de 99.946 vagas (21,66%). São Paulo vem em primeiro lugar com 174.270 ocupações (37,76%).

“A contínua contratação líquida no setor formal da economia mineira, acrescida aos resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, referente ao primeiro semestre do ano, reforça a tendência de que o estado de Minas Gerais vem mantendo sua recuperação do emprego”, destaca a  diretora de estatística da Fundação João Pinheiro, Eleonora Cruz Santos.

No que diz respeito aos setores que abriram mais oportunidades no estado, a construção civil saiu do terceiro lugar, ocupado em junho ( 2.439), e se firmou como o que mais atraiu trabalhadores no mês de julho, sendo responsável por 56%  do total de vagas.(5.958).

Em seguida aparecem as áreas de serviços, com quase 36% (3.794 vagas) e Indústria de transformação, com 29,32% (3.111 vagas). A agropecuária foi o setor que mais perdeu vagas em todo o estado (3.682 vagas), embora mantenha o segundo lugar em contratações em 2019.

No acumulado do ano, as maiores contratações se deram, até o momento, nos seguintes setores: outros serviços (38,7%), agropecuária (31,4%), construção civil (20,5%) e indústria de transformação (15,7%).

Mais lidas