Conecte-se conosco

Administração

Medidas temporárias por recursos limitados e depredações

Avatar

Publicados

em

Chefe do trânsito aponta que colocação de containers e cerca fechando rotatória e ruas de acesso a rodovia do calçado são medidas paliativas e que limitação dos recursos fez com que medidas drásticas fossem tomadas para que vidas sejam preservadas

Cerca de 10 dias uma jovem de 19 anos perdeu a vida em um acidente grave envolvendo uma motocicleta a um automóvel no trevo de acesso a rodovia do Calçado, Nova Serrana e o condomínio Parque das Águas.

Depois do incidente uma série de reclamações e denúncias começaram a ser feitas no que tange a falta de ações do executivo diante das limitações e risco eminente presenciado no local.

Alguns dias depois um novo acidente envolvendo dois automóveis chamou novamente a atenção para mudanças urgentes a serem feitas no local e como medida paliativa a prefeitura fechou a rotatória com cercas e cones.

Neste fim de semana, no entanto a prefeitura tomou uma nova medida e conforme denunciado pelas redes sociais, containers foram colocados em duas ruas impedindo o transito de veículos em ruas de acesso a rotatória encontrada no condomínio, ação que segundo o responsável pelo setor de trânsito Bruno Borges,  “era necessária para que de forma provisória o risco de mais acidentes fosse reduzido”

Depredação

Segundo informou o chefe de trânsito de Nova Serrana, a medida dos containers foi tomada de forma provisória devido ao risco do acesso de condutores a rodovia do calçado em um trecho de baixa visibilidade que poderia causar sérios acidentes.

Bruno afirma que “a medida é extrema, mas provisória e foi tomada pelo fato de que as contenções feitas com cerca e cones vêm sendo depredadas, então os containers acabam que são mais difíceis de ser tirados e destruídos. As vias foram fechadas porque não temos visibilidade suficiente para as pessoas que trafegavam sentido Nova Serrana / Perdigão se depararem com veículo trafegando a esquerda sentido bairro cafezal.”, disse o chefe de trânsito.

Solução provisória

De acordo com as informações repassadas, o fechamento da rotatória e vias de acesso são medidas provisórias que fazem parte de três ações que serão executadas no trecho em questão.

Bruno afirma que será realizada além do fechamento das vias uma sinalização e ainda a instalação de redutores de velocidade que de forma paliativa irão reduzir os riscos de tráfego na localidade.

Posteriormente, segundo o responsável pelo trânsito será realizada uma intervenção que dará solução definitiva para o trecho. “Ali é um trecho de jurisdição do Departamento de Estradas e Rodagem (DER). A solução definitiva é a elaboração de um projeto englobando o contexto rodoviário junto com o urbano. Este projeto já foi feito e tramita nos dois órgãos, já com uma solução para esse ano. No projeto estabelece que vamos alterar geometricamente o traçado da rodovia tendo uma leve queda para a esquerda, acessando a rotatória, para quem está seguindo no sentido Nova Serrana / Perdigão .

Segundo Bruno essas medidas deveriam ter sido tomadas quando se construiu a rotatória e o trevo da Rodovia do Calçado. “Não sei o que ocorreu na época, houve uma liberação e autorização da rotatória sem englobar o contexto rodoviário com o urbano, sendo que na legislação de trânsito brasileiro temos a lei de preferência na rotatória. Deveria ser feito englobando no projeto o contexto rodoviário junto com o urbano”.

Recursos limitados

Diante das medidas paliativas que já foram tomadas o chefe do setor de trânsito foi questionado sobre a sinalização das intervenções e de acordo com suas palavras a limitação dos recursos e a demora da confecção de material logístico é um dos motivos que causam o transtorno.

Bruno afirmou que “Precariedade financeira, em função da urgência de intervenção no ponto e o material logístico que não houve tempo hábil para confeccioná-lo são os principais problemas relacionados a sinalização. Diante da necessidade tínhamos que tomar as medidas e todos os fornecedores pediram 15 dias para entregar a sinalização”. Afirmou.

Ainda segundo considerado por Bruno, as faixas se mostraram ineficientes em momentos anteriores. “Quando fizemos a festa do trabalhador no ano passado colocamos faixas de informações para o centro de convenções e elas não duraram 1 hora. Temos ainda o problemas do vandalismo, inclusive os contêiner foi colocado devido ao fato de que a cerca e os cones vinham sendo depredados e o container fica limitado a retirada”.

Temporário

Por fim foi informado que as intervenções não serão definitivas. “Não é um dispositivo de contenção de desvio, eu não queria colocar um container na rua, houve depredação na cerca, tiraram o material, fizemos um reparo hoje. Acredito que o trecho será aberto novamente nos próximos dias. O container foi devido ao fato de que a cerca e os cones vinham sendo danificados. Com o redutor mesmo sendo paliativo ele possibilita uma segurança um pouco maior para os condutores e após a instalação de cinco ou seis redutores o trecho será liberado para o fluxo dos veículos”, finalizou o responsável pelo setor.

Publicidade

Clique Aqui

Mais lidas