Conecte-se conosco

Religião

Mais de 400 padres diocesanos já contraíram covid e 21 morreram, aponta relatório

Avatar

Publicados

em

A Comissão Nacional de Presbíteros (CNP), vinculada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou um relatório com os dados de padres diocesanos infectados com a covid-19. São 415 infectados e 21 mortes, totalizando 436 religiosos que já contraíram a doença.

O relatório aponta que o número de casos segue aumentando. A pesquisa foi divulgada na última sexta-feira 31 de julho. Na quarta (29), segundo a CNP, o levantamento registrava 386 padres infectados. Ou seja, houve um aumento de mais de 11% em dois dias.

O documento foi construído com base em consultas às 18 regionais da CNBB, que agregam 278 circunscrições religiosas do país entre dioceses e arquidioceses. Apesar do número alto, eles podem ser ainda maiores, uma vez que focou somente nos padres diocesanos. Os padres ligados às congregações religiosas não foram contemplados com a pesquisa.

A Regional Sul 1 da CNBB, que corresponde a 45 circunscrições religiosas do estado de São Paulo, contabiliza o maior número de casos. Nessa regional foram registrados 72 infectados pelo novo coronavírus e uma morte.

Já a regional que concentra o maior número de mortes compreende os estados do Pará e Amapá: seis padres perderam a vida por conta da infecção e 58 foram infectados.

Os dados apontam ainda que 10 bispos foram infectados com a doença e 2 morrem em decorrência do novo coronavírus.

Fonte: Por Catarina Barbosa –  edição Rodrigo Chagas –  Brasil de Fato

Foto: reprodução CNBB

Mais lidas