Conecte-se conosco

Nova Serrana

Mãe registra ocorrência e denuncia que filho foi agredido em CMEI de Nova Serrana

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Prefeitura emite nota e afirma que o fato foi um “pequeno incidente”.

Em Nova Serrana, uma mãe procurou a polícia, fez exame de corpo de delito e registrou ocorrência contra uma educadora do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Professora Ilza Duarte, no bairro São Geraldo II.


Segundo informado por Gabriela Nunes de Oliveira, mãe de um garotinho de 4 anos, seu filhou foi agredido por uma professora, dentro do CMEI.

Conforme denunciado por Gabriela e exposto pela imprensa, o filhou chegou em casa por duas vezes machucado. A mãe contou ainda que sua criança tem mostrado comportamento diferente e não quer mais ficar na unidade.

“Por duas vezes chegou em casa machucado acusando uma das professoras. No último episódio ele chegou com a orelha arranhada, suja de sangue, com arranhões no rosto e também atrás da orelha. Ele contou que foi correr em direção ao parquinho da escola, mas ela puxou ele pela orelha e o jogou no chão, onde encontrei um hematoma roxo nas nádegas”.

Conforme narrado por Gabriela, e repassado em vídeo, o filho chegou a contar que a professora teria tomado a atitude de agredir o garoto porque ele faz bagunça. Por sua vez a mãe chegou a fazer contato com a professora por mensagens.

“Ela visualizou e demorou horas pra responder. Depois respondeu por áudio confirmando que os arranhões foram causados por ela na tentativa de tentar segurá-lo.”

Diante dos sinais de agressões no rosto e na orelha do garoto, a mãe resolveu tomar providências. “Se fosse no braço daria para entender, mas na orelha não. Aí ela visualizou e não respondeu mais”.

Buscando as autoridades, uma ocorrência foi registrada na Polícia Civil, onde o filho passou por atendimento psicológico e exame de corpo de delito. Conforme informações publicadas na imprensa, uma audiência foi marcada para fevereiro de 2022.

Prefeitura

A reportagem do Jornal O Popular entrou em contato com a Prefeitura de Nova Serrana, que por sua vez emitiu uma nota sobre o caso denunciado.

De acordo com a Prefeitura o fato não passou de um “pequeno incidente”, e não causou no entendimento da administração municipal ”maiores danos”.

Confira a nota na integra:

“A Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Nova Serrana esclarece que no dia 20 de agosto de 2021, houve um pequeno incidente involuntário, envolvendo uma professora e um aluno, em uma unidade de educação infantil do município. Informa ainda que o fato já foi devidamente explicado à mãe do aluno, que por sua vez decidiu registrar um Boletim de Ocorrência. Por fim, esclarece mais uma vez que o ocorrido não passou de um incidente sem maiores danos para os envolvidos e que toda a situação já está resolvida”, diz a nota.

Nota do Popular

A reportagem do Jornal O Popular vem por meio deste salientar sua imparcialidade quanto aos fatos narrados. Com responsabilidade não expusemos o nome da professora ou qualquer outro profissional da unidade educacional. Salientamos ainda que a matéria foi publicada com a perspectiva da administração municipal e reiteramos que o caso será acompanhado, com neutralidade, e assim nos colocamos a disposição para quaisquer esclarecimentos de ambas as partes e ainda, não será feito aqui qualquer julgamento sobre a questão até que se tenha um desfecho judicial para ser divulgado.

Imagens: fotos divulgadas pela imprensa

Leia mais...
Propaganda

Mais lidas