Conecte-se conosco

Brasil

Mãe é indiciada após queimar filha de 8 anos com colher quente por ela comer muito

Publicados

em

Uma mulher de 26 anos foi indiciada, nesta segunda-feira (28/3), por torturar sua filha de 8 anos, queimando a menina com uma colher de metal previamente aquecida no fogo, em Alvorada do Norte, no nordeste de Goiás. De acordo com a Polícia Civil, a menina de 8 anos falou que a mãe a agredia para castigá-la por que ela estaria comendo muito. A mulher está foragida.  As informações são da Rádio Itatiaia.


Segunda a instituição policial, o Conselho Tutelar foi acionado pela própria mãe para conversar com seu filho de 12 anos de idade, já que este supostamente estava rebelde. No entanto, ao chegarem na residência, os conselheiros tutelares foram recebidos pela criança de 8 anos de idade e visualizaram diversos hematomas pelo corpo da menor.

A vítima foi levada até o hospital municipal e as lesões foram constatadas em relatório médico, mas o laudo não foi divulgado à imprensa. A criança teria relatado ainda que a mãe a agrediu com cipós e fios elétricos, como forma de aplicação de castigo, alegando que a criança come demais.

O Conselho Tutelar acionou a mãe e orientou que ela procurasse ajuda da assistência social. Contudo, dias depois, foram novamente acionados por uma denúncia anônima, que informou que a autora havia queimado sua filha com uma colher de metal aquecida no fogão.

Depois da denúncia, as crianças foram levadas para a Delegacia de Alvorada do Norte e ouvidas, assim como as testemunhas e a autora.

A menina contou que ela e o irmão eram constantemente a agredidos pela mãe com paus, cipós, fios e murros. Ainda conforme a criança, em algumas ocasiões, a mãe os privava de alimentos. A garota contou à polícia que a mãe a queimou com a colher de metal aquecida no fogo, em várias partes do corpo, inclusive no rosto, porque ela falou aos conselheiros sobre as agressões.

De acordo com a PC, a autora assumiu que agride os filhos como forma de aplicação de castigo e confessou que queimou a filha com uma colher de metal que foi aquecida no fogo. Foi deferido mandado de prisão temporária contra a genitora, diversas diligências foram realizadas no intuito de localizá-la, porém, a suposta autora se encontra foragida.

As crianças estão sob a guarda da avó materna. Quem tiver notícias do paradeiro da autora, pode fazer denúncia ligando no telefone 197 ou na delegacia, (62) 3421-1028.

Foto: Foto: Divulgação / PCGO

Mais lidas