Conecte-se conosco

Cidadania

Jovens de Nova Serrana participam da etapa final do Parlamento Jovem

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Dois alunos orientados pela Escola do legislativo participam de plenária do Parlamento Jovem que debatem e a presentam 12 propostas para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais

Foi realizado entre os dias 19 a 21 de setembro mais uma etapa do Programa Parlamento Jovem.  No encontro, Nova Serrana foi representado por dois alunos e duas coordenadoras nas atividades que tiveram como foco a votação das propostas elencadas no documento base sobre “Violência Contra Mulher”.

Estiveram presentes na plenária Nayara Gomes e Samuel Gonçalves, que são alunos da E. E. Antônio Martins e foram ainda orientados pela Escola do Legislativo da Câmara Municipal.

Segundo informado, o calendário de atividades nos três dias incluiu momentos de integração com os demais participantes; escolha do tema para o ano de 2019; grupos de trabalho sobre os três subtemas: Violência doméstica e familiar, Violência nos espaços institucionais de poder, Violência e abuso sexual; e, por fim, a plenária estadual.

Na plenária seis das 12 propostas do documento base foram priorizadas e houve a inclusão de outras seis novas sugestões. Com isso, a 15ª edição do PJ Minas resultou em um documento final com 12 propostas que a gerente-geral da Escola do Legislativo da ALMG, Ruth Schmitz, encaminhará para a Comissão de Participação Popular.

Entre as propostas apresentadas estão, por exemplo,  seja disponibilizados as delegacias móveis especializadas em violência contra a mulher para os municípios que não dispõem desse órgão, pedido de providências para que a Secretaria de Estado de Segurança Pública garanta que mulheres trans e travestis cumpram penas em presídios femininos em vez das unidades masculinas para evitar a violência a que geralmente são submetidas e a Implantação no Estado do “Código Lilás” no protocolo de atendimento a vítimas de violência contra a mulher, permitindo que a mulher faça seu relato apenas uma vez e ele seja replicado pela rede de saúde e segurança sem que ela precise repeti-lo.

Quinze anos de parlamento Jovem

Osa trabalhos do Parlamento Jovem completam em 2018 quinze anos e uma exposição foi montada para retratar todas as conquistas e avanços desde a primeira edição do PJ.

No que tange a celebração Nova Serrana participou da exposição disponibilizando jornais, crachás, convites e muitas fotografias das edições anteriores, desde o ano de 2011 quando participou do projeto pela primeira vez.

Para 2019

Ainda durante a etapa final de 2018, os preparativos para o Parlamento Jovem 2019 já foram iniciados.

Dentre as ações para a próxima edição foi definido que o tema a ser trabalhado pelos estudantes será “Preconceito Racial”.

A expectativa dos realizadores é que o projeto alcance os mesmos índices de sucesso, com a produção de ótimas propostas para melhorias na área social do estado de Minas Gerais e até mesmo do Brasil.

Leia mais...
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas