Conecte-se conosco

Violência

Homem não mostra celular para a mulher, é agredido e se tranca no banheiro

Avatar

Publicados

em

A mulher foi presa pela PM, sob suspeita, inicialmente, de sequestro e cárcere privado
A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Com medo de ser morto pela companheira, de 23 anos, um homem de 55 se trancou no banheiro e pediu para um amigo acionar a Polícia em Uberaba, no Triângulo Mineiro.


Como a suspeita não abriu a porta de apartamento, situada no Bairro Universitário, os policiais militares tiveram que arrombar o local para depois libertar a vítima do banheiro. O homem foi encontrado com várias lesões pelo corpo, causadas por unhadas e mordidas da companheira.

A agressão aconteceu na noite deste domingo (16/5), quando o homem, que foi ameaçado de morte, teria se negado a mostrar o seu celular para a companheira. No momento que a PM chegou ao local do crime havia várias garrafas de bebidas quebradas no chão da sala.

Conforme a ocorrência policial, no momento que a PM arrombou a porta de entrada do apartamento, a suspeita estava sentada na cama do quarto. Após ser libertado do banheiro da suíte onde estavam os envolvidos, a vítima contou aos militares que mantém um relacionamento com a suspeita há cerca de quatro meses e que as ameaças contra ele aconteceram após eles chegarem do clube.

A mulher pediu que ele que mostrasse o celular, mas, como ele negou, ela passou a agredi-lo com tapas, unhadas e mordidas. Em seguida ele se trancou no banheiro, onde permaneceu por cerca de meia hora até a chegada da PM.

Os militares, o homem contou que enquanto ele estava trancado, a companheira promoveu quebradeiras no local, jogando várias garrafas de bebida alcoólicas ao solo.

Ainda de acordo com o registro policial, a suspeita confirmou o depoimento da vítima e disse ainda que tentou por diversas vezes arrombar a porta do banheiro para que pudessem “conversar”. A porta estava com pequenos danos.

Após os primeiros interrogatórios, os envolvidos foram levados para a UPA São Benedito e, em seguida, foi dada voz de prisão em flagrante delito à suspeita, sendo conduzida com a vítima até a Delegacia de Polícia Civil (PC), onde foram ouvidos pelo delegado de plantão.

* Fonte: Estado de Minas – Foto: Divulgação/PMMG
Leia mais...
Propaganda

Mais lidas