Conecte-se conosco

Inflação

Gasolina fica mais cara em agosto após novo reajuste do combustível

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

A partir deste mês, o trabalhador sentirá no bolso os impactos do novo aumento no preço dos combustíveis. O motivo do reajuste não está relacionado com a cotação do petróleo no mercado internacional, mas com as implicações do Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF).


Na grande maioria dos estados do país, partir do primeiro dia do mês, tem-se o reajuste do combustíveis como base de cálculo para o ICMS. No caso do PMPF, para a primeira quinzena de agosto, o aumento no preço dos combustíveis acontecerá em praticamente todas as regiões, incluindo o Distrito Federal.

No estado da Bahia, por exemplo, o valor base de cálculo da gasolina subiu de R$ 5,6410 para R$ 6,0440. Neste caso, o reajuste será R$ 0,4030/litro, indicando um aumento no custo do produto para o revendedor de aproximadamente R$ 0,11/litro (28% de R$ 0,4030).

De acordo coma  Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis), que engloba cerca de 41 mil postos revendedores de combustíveis no país, o mercado atual é competitivo e livre em todos os segmentos, e que cada elo da cadeia tem a liberdade de repassar ou não os aumentos ao consumidor.

Diante deste cenário, o condutor deve optar por práticas de economia de combustível, que podem reduzir em até 30% o consumo. São elas:

  • Manter em dia a manutenção do automóvel, verificando as velas, assim como o filtro de armazenamento;
  • Realizar a calibragem dos pneus;
  • Evitar dar arrancadas na hora de sair com o carro;
  • Manter a velocidade sempre constante para evitar que as oscilações do motor, freio e embreagem consumam mais combustível;
  • Evite freadas bruscas e repentinas.

Por fim, é importante salienta que o uso do ar-condicionado gera um aumento de até 20% no consumo de combustível. Contudo, caso a velocidade esteja igual ou superior a 80km/h, o equipamento faz com que ocorra uma economia, visto que o veículo não terá de enfrentar a resistência do ar.

 

Fonte: Capitalist

Foto: Reprodução/Capitalist

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

JORNAL O POPULAR – A NOTÍCIA COM DEVE SER

Leia mais...
Propaganda

Mais lidas