Conecte-se conosco

Fatalidade

Ex-secretário de saúde de Campo Belo, morre após ataque com facão

Avatar

Publicados

em

O ex-secretário de saúde de Campo Belo, Israel Alves, morreu neste domingo, após ser atacado com golpes de facão. Na noite de sábado, ele acompanhava o deputado estadual Duarte Bechir (PSD) em uma visita política, no bairro Vieiras, quando foi supreendido pelo agressor.

Segundo moradores da região, o assassino, conhecido como Chicão, tem problemas psiquiátricos.

Segundo a Polícia Civil, o homem de 33 anos foi preso em flagrante e levado ao presídio de Elói Mendes, no Sul de Minas. Israel, que completaria 60 anos no dia 24 de setembro, deixa mulher e duas filhas.

De acordo com testemunhas, após a visita, o deputado entrou da caminhonete para ir embora e, quando Israel se preparava para também entrar no veículo, foi supreendido pelo homem, que deu vários golpes.

Ainda segundo relatos de moradores do local, o deputado teria tentado jogar o carro contra o autor, para tentar impedi-lo, mas Chicão só teria parado quando um outro homem o derrubou.

Segundo o jornal local de Campo Belo, Diário em Dia, o interventor seria um comerciante, que pediu para não ter o nome identificado, mas contou que, após pedir para o autor parar, sem sucesso, pegou uma pá de pedreiro e atacou o agressor.

Gravemente ferido, Israel foi levado para a Santa Casa de Campo Belo, onde passou por cirurgia, ficou internado no CTI e, na manhã de domingo, sofreu uma parada cardíaca.

Amigo de muitos anos de Israel, o deputado Duarte Bechir disse que estava muito consternado para falar, neste momento.

Por meio de nota, a equipe do parlamentar lamentou a fatalidade, pediu orações para a família e esclareceu que o crime não teve nenhuma conotação política. “Ele foi vítima de agressão causada por pessoa com graves transtornos psíquicos”, explica a nota.

Fonte: Por Queila Ariadine –  O Tempo

Foto: Imagem Divulgação

Mais lidas