Conecte-se conosco

Defesa civil

Equipe do CIS-URG Oeste presta apoio às famílias que estão fazendo reconhecimento dos corpos encontrados em Brumadinho

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Neste domingo, 03 de fevereiro, uma equipe composta de três enfermeiros e dois técnicos em enfermagem atuou na Academia de Polícia Civil de Minas Gerais em Belo Horizonte, local onde as famílias vão fazer o reconhecimento dos corpos encontrados.

Até o momento já foram confirmados cerca de 120 mortos, na tragédia qe tem ainda mais de 200 desaparecidos em Brumadinho.

Para a enfermeira Denise Gontijo, que atuou no apoio aos atendimentos das famílias neste domingo, foi uma experiência gratificante poder acompanhar e ajudar mais de perto. “Eu via as reportagens na televisão e sentia que poderia fazer alguma coisa, que poderia estar ajudando. Foi uma oportunidade de interação de profissionais de várias cidades, com o objetivo de pelo menos tentar diminuir a dor daquelas pessoas com um atendimento mais humanizado”, comenta emocionada.

Desde o dia do rompimento da barragem em Brumadinho ocorrido em 26 de  janeiro, o CIS-URG Oeste esteve em apoio nos atendimentos.

Já no dia da tragédia, o secretário executivo José Márcio Zanardi pediu a colaboração dos funcionários e uma equipe composta por quatro médicos, três enfermeiros e dois técnicos em enfermagem, além de duas ambulâncias foram para o local para ajudar.

No sábado (27), uma enfermeira e um médico apoiaram atendimentos juntamente com o Batalhão de Operações Aéreas (BOA) de Belo  Horizonte.

Ainda como parte do suporte na quinta-feira, 31 de janeiro, uma enfermeira e um médico também estiveram atuando junto ao Batalhão de Operações Aéreas (BOA) no sétimo dia  de buscas em Brumadinho.

Leia mais...
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas