Conecte-se conosco

Fake News

Enfermeira acredita em fake news e autoriza vacinação de faixa etária errada

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

A prefeitura de Uberaba, no Triângulo Mineiro, apura a conduta de uma servidora que acreditou em uma “fake news” e vacinou pessoas com idades entre 65 e 69 anos, sem ser o momento dessa faixa etária. A confusão começou depois que uma notícia falsa circulou no WhatsApp dando conta que a vacinação dessa faixa etária começaria na última segunda-feira, 29 de março. O cronograma oficial estipulava que na data começariam a serem vacinadas pessoas com mais de 72 anos.


Uma servidora técnica em imunização da Secretaria Municipal de Saúde de Uberaba acreditou na informação e liberou a vacinação para pessoas acima de 65 anos. Segundo a prefeitura ela não comunicou a Comissão de Vacina sobre essa orientação. Como a população também acreditou na informação, muitas pessoas foram para os postos e se vacinaram.

Entre elas estão, o ex prefeito da cidade Paulo Piauí, de 67 anos e a mulher dele, Heloísa Piauí, de 65 anos. Para jornais locais o ex-prefeito pediu desculpas e disse que acreditou que era sua vez de vacinar. Não foi informado pela prefeitura o número de pessoas vacinadas. A prefeitura chegou a emitir um comunicado com a vacinação acima de 65 anos ser falso.

“As mil doses constantes de AstraZeneca têm prazo de validade até o fim do mês de março. Partindo do pressuposto que estão sendo vacinadas cerca de 1.600 pessoas por dia, não havia o risco de as doses ficarem perdidas. As doses estão sendo destinadas aos profissionais de saúde, conforme previsto pelo Ministério da Saúde”, informou a prefeitura, sem dar detalhes se com a aplicação para pessoas com menos de 72 anos se faltará doses para essa faixa etária.

“O cronograma de vacinação segue imunizando nesta terça, quarta e quinta-feiras, idosos de 71, 70 e 69 anos, respectivamente.  No sábado serão vacinados idosos de 68 anos;  no domingo, 67 anos. Na segunda e terça-feira da próxima semana serão vacinados os idosos de 66 e 65 anos, respectivamente”, concluiu a prefeitura.

Veja nota da prefeitura na íntegra:

Trata-se de fake news as informações veiculadas nas redes de que a Secretaria Municipal de Saúde fez um chamamento para vacinar idosos 65 anos acima.  Isto não ocorreu. Estas informações falsas provocaram correria aos pontos de vacinação. Tão logo a Secretaria de Comunicação soube da veiculação, produziu uma postagem no sentido de alertar quanto à falsa notícia.

Contudo, partiu de uma servidora  da referência Técnica em Imunização, orientação às enfermeiras responsáveis pelos drives, de vacinarem idosos com mais de 65 anos que estivessem acompanhando os de 72 anos – público-alvo da vacinação desta segunda-feira.  Esta orientação não passou pela Comissão de Vacina e nem sequer fora comunicada à Secom para divulgação, como é de praxe.
As mil doses constantes de AstraZeneca têm prazo de validade até o fim do mês de março. Partindo do pressuposto que estão sendo vacinadas cerca de 1.600 pessoas por dia, não havia o risco de as doses ficarem perdidas. As doses estão sendo destinadas aos profissionais de saúde, conforme previsto pelo Ministério da Saúde.
O cronograma de vacinação segue imunizando nesta terça, quarta e quinta-feiras, idosos de 71, 70 e 69 anos, respectivamente.  No sábado serão vacinados idosos de 68 anos;  no domingo, 67 anos. Na segunda e terça-feira da próxima semana serão vacinados os idosos de 66 e 65 anos, respectivamente.

Fonte: por Natália Oliveira –  O Tempo

Mais lidas