Conecte-se conosco

Minas

Em Minas homem espanca irmão até a morte e se gaba do crime: ‘Sou bom no que faço’

Publicados

em

A frieza de um homem ao confessar a autoria do assassinato do próprio irmão surpreendeu a Polícia Militar (PM) nessa quinta-feira (3/2). Ele foi preso ontem Ipatinga, no Vale do Aço, pela morte do familiar. “Sou bom em tudo o que faço”, gabou-se o suspeito. As informações são do jornal Estado de Minas.


Segundo informações do registro policial, a vítima, de 36 anos, foi encontrada pelos policiais já sem vida, com intenso sangramento e traumatisto craniano, na casa da mãe, que fica em Belo Oriente, no Vale do Rio Doce.

Por meio de relatos de testemunhas, os agentes localizaram o autor, que tem 37 anos, na BR-381, a caminho de Timóteo, onde ele mora.

O homem confessou o crime. Na conversa com os policiais, ele disse que, ontem, recebeu uma mensagem de um parente informando que vítima, que era dependente química, estava furtando os bens de sua mãe com frequência e a havia empurrado durante uma discussão. Diante do relato, ele então decidiu que mataria o irmão, em suas palavras, “para que ele parasse de dar problemas à família”.

Brutalidade

O suspeito informou que chegou à casa da mãe e encontrou o irmão na entrada. Eles discutiram e logo começaram a trocar agressões. O autor disse ter levado três facadas na região do peitoral. Como retaliação, ele tomou a faca e golpeou o rapaz nas costas, o que fez com que o objeto se quebrasse dentro dele. Em seguida, arrastou a vítima a bateu com a cabeça dela várias vezes contra a parede. Ao ver que ela estava sem consciência, o homem então pegou uma pedra grande e o atacou na cabeça, para se certificar de que o assassinato seria consumado.

De acordo com os militares, toda a descrição do homicídio foi feita em tom de deboche e satisfação. O suspeito, inclusive, teria exaltado as habilidades. “Sou bom em tudo que faço”, disse, ao comemorar que o irmão, finalmente, não daria mais trabalho a ninguém. “Agora, vou tirar umas férias”, zombou.

Além do autor, a PM também prendeu o vizinho dele, que o teria levado até o local do crime e presenciado o homicídio. Ambos foram encaminhados à delegacia de plantão da Polícia Civil em Ipatinga.

Mais lidas