Conecte-se conosco

Brasil

Em meio a ansiedade do varejo calçadista SICC 2021 está confirmada e feira acontecerá em formato presencial

Avatar

Publicados

em

A ausência de encontros profissionais para ver produtos, fazer negócios e trocar experiências são os ingredientes que estão faltando ao mercado de calçado. Pelo menos essa é a sensação de lojistas de três estados brasileiros que desejam retornar à normalidade com a próxima edição presencial do SICC – Salão Internacional do Couro e do Calçado que está marcado para os dias 24, 25 e 26 de maio, no Centro de Eventos do Serra Park, em Gramado (RS).

“ Esta sinalização está muito forte no mercado. Os lojistas precisam destes contatos pessoais com as fábricas para conseguir planejar novamente seus negócios, dentro de uma realidade comercial”, diz Frederico Pletsch, diretor da Merkator Feiras e Eventos, promotora do evento.

O empresário Bruno Pereira Freitas, da Eloy Calçados, com seis lojas no sul de Minas Gerais, afirma que o SICC será primordial para o varejo brasileiro a fim de revitalizar as lojas e movimentar o consumo.

“O atendimento on-line é uma ferramenta importante e que nos deu suporte nos últimos meses, mas, ainda é pequeno para abastecer todo o varejo”, aponta Freitas.

Pra ele, a possibilidade de um único ambiente abrigar lançamentos e network é decisivo para o planejamento de uma empresa. “O calce, o toque do produto são importantes no nosso negócio no momento da decisão de compra”, salienta.

Freitas analisa ainda que é uma oportunidade de compra rápida, de preços promocionais que agilizam o estoque. “Vou na feira, faço algumas compras e, na semana seguinte, entrego a grade completa ao representante”, explica ele.

Acompanhando este conceito está a lojista de Aquidauana, no Mato Grosso do Sul, Rita Maluf Haddad. Ela fala que o SICC será um marco no setor de calçados e que vai focar o seu olhar nos lançamentos de calçados femininos. “A feira presencial tem a capacidade de nos emocionar com o visual e o design dos produtos”, conta ela.

Rosenda Maria Gonzaga Herenio, da Rosenda Calçados, de Imperatriz, no Maranhão, também revela que necessita olhar, tocar o calçado para comprar. “Preciso sentir o produto”, comenta ela. Destaca também que a feira presencial oferece a possibilidade de interação com o mercado. “Falo com os fabricantes, representantes e analisamos juntos o mercado, os meus consumidores. Este é o processo ideal de compra”, finaliza Rosenda Maria.

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br"
A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.
Leia mais...
Propaganda

Mais lidas