Conecte-se conosco

Cidade

Covid-19: prefeito de Nova Serrana afirma que Município está monitorando situação da vacina para aquisição

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Em Coletiva realizada na tarde da última quarta-feira, dia 17 de março, o prefeito de Nova Serrana, Euzebio Lago, informou que o município monitora a situação da compra de vacina, para imunização dos populares da capital do calçado.


De acordo com o prefeito, além de entrar no Consórcio Intermunicipal criado pelo Fundo Nacional de Prefeitos (FNP), o gestor já vem participando de tratativas junto ao consulado Russo, tendo como interesse a aquisição da vacina Sputnik.

Entre os fatores que estão sendo monitorados é justamente quanto a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para a aplicação das vacinas no Brasil.

Temos a questão da Sputnik, participamos em reunião com a consulada da Rússia. A Vacina ainda não foi homologada, mas isso acreditamos que em breve mudará, até porque o governo federal irá adquirir vacinas da Rússia”.

O prefeito novamente falou sobre o alto custo da vacina para a compra dos municípios. “A vacina é vendida em dólar, cada dose custa hoje em média U$ 15, então são U$ 30 por cidadão. O município terá que investir em torno de R$ 12 milhões para vacinar toda a sua população”.

Questionado sobre as condições financeiras para a aquisição das vacinas, Euzebio foi claro em dizer que Nova Serrana não dispõe desse total de recursos, mas que irá fazer o máximo para a aquisição das doses e dar mais segurança a população.

“Uma prefeitura com o porte da nossa não tem condição de imunizar toda a população com a compra das vacinas. Estamos monitorando a situação da autorização para a aquisição por parte dos município. Pazuello antes de sair deixou claro que nenhum município poderá por conta própria comprar as vacinas e imunizar a população, as doses devem ser distribuídas através do Programa Nacional de Imunização (PNI), esperamos que o novo ministro entenda que não é uma competição, os municípios irão ajudar com a imunização, não é questão de ser melhor”. Disse o Euzebio Lago.

Leia mais...
Propaganda

Mais lidas