Conecte-se conosco

Colunistas

Corrida eleitoral em Minas Gerais: cenário indefinido

Luciano Augusto

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Ao contrario de outras eleições, essa ainda é indefinida para o povo mineiro e olha que já estamos no dia 21/08/2018, ou seja, em plena campanha eleitoral.

A indefinição do cenário é provocada pelo conflito interno do PSB, partido do ex-prefeito de Belo Horizonte e candidato Márcio Lacerda. A executiva nacional do partido determinou que a sigla não tivesse candidatura própria ao governo de Minas Gerais, contudo, o grupo ligado a Márcio Lacerda luta contra essa decisão e a batalha se encontra na Justiça.

Outro grupo do PSB, ligado a executiva nacional com a liderança do deputado federal Júlio Delgado, acompanha a decisão do diretório nacional e realizou outra convenção e nessa convenção eles estão coligando com o PT, apoiando Fernando Pimentel em sua reeleição.

Inclusive o PT (Partido dos Trabalhadores), já emitiu nota afirmando que a segunda vaga na coligação para a disputa ao senado estaria reservada ao PSB.

Destarte, enquanto não resolvida essa questão podemos dizer que o cenário resta indefinido, isso por que, Márcio que ocupa o 3º lugar nas pesquisas, com Adalclever Lopes – MDB, como vice, poderá conseguir alavancar sua candidatura com o discurso de terceira via e chegar a um eventual segundo turno. Evidente que estamos tratando de possibilidades, pois Lacerda – PSB, também, pode continuar a concorrer e terminar em terceiro, o que quero dizer: “é que Lacerda, é pedra fundamental no tabuleiro da politica em Minas nesse momento”. Juridicamente acredito ser muito difícil a reversão de Lacerda na Justiça Eleitoral, contudo, existe sim uma chance e parece que ele lutará até o final.

Enquanto tardia essa decisão de Lacerda a campanha que começou no dia 16 de agosto, já teve seu primeiro debate na TV Bande Minas, o debate acrescentou pouco nesse inicio de campanha com trocas de acusações de um lado PT – Fernando Pimentel acusando PSB, de lhe ter deixado uma herança maldita e de outro o Professor Anastásia – PSDB, respondendo que o PT, quebrou o Estado com uma péssima administração, principalmente quando o trato é com os municípios que estão à deriva sem recursos.

Anastasia e Pimentel, os dois principais candidatos nesse momento de acordo com as pesquisas são dois homens públicos inteligentes, bons de debates, que saberão apresentar suas propostas ao invés de troca de farpas.

Para refletir:

Ao ser chamado para lutar por Minas Gerais durante a revolução constitucionalista, JK, não lamentou seu destino:

“Fui para Passa Quatro por ser médico. Entretanto, ali o sucesso me sorriu. Conquistei amigos, salvei vidas”

*Juscelino Kubitschek.

LUCIANO AUGUSTO O. LOPES é bacharel em Direito pela Sociedade Dom Bosco de educação e cultura - Faculdade de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis - Divinópolis (2012). Advogado inscrito na Seccional OAB Minas Gerais, desde 2015, com ênfase em Direito Público, atuando nas áreas do Direito Eleitoral, Administrativo. Possui diversos cursos voltados para o Marketing Político Eleitoral, tem experiência em campanhas políticas e na gestão de projetos políticos.Há habilidade em comunicação tendo atuado na função de radialista/jornalista

Leia mais...
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas