Conecte-se conosco

Ciência

Coronavírus usa estratégia similar à do HIV para infectar células de defesa

Avatar

Publicados

em

Pesquisa coordenada pela Unicamp indica que o coronavírus é capaz de infectar e de se replicar no interior de linfócitos, podendo levá-los à morte e, com isso, comprometer o sistema imunológico. A forma de atuação é semelhante à do HIV, vírus causador da Aids.

Os dois vírus afetam o mesmo tipo de linfócito, conhecido como T CD4, que é responsável pela coordenação da resposta imune adaptativa, sendo responsável pela produção de anticorpos e também pela proliferação das células encarregadas de reconhecer e matar células infectadas.

LEIA MAIS SOBRE CORONAVÍRUS AQUI NO JORNAL O POPULAR

A pesquisa indica que o coronavírus pode causar um quadro de imunodeficiência aguda não só porque mata o linfócito T CD4 em alguns pacientes, mas também porque pode prejudicar as funções da célula infectada.

As conclusões do artigo Sars-cov-2 Uses CD4 to Infect T Helper Lymphocytes estão baseadas, principalmente, em experimentos com culturas primárias de linfócitos, isolados do sangue de voluntários não infectados e de pacientes com Covid-19.

Os experimentos foram conduzidos no Laboratório de Estudos de Vírus Emergentes (Leve) do IB-Unicamp, com apoio da Fapesp. O trabalho ainda está em fase de revisão.

Fonte: O Tempo

Mais lidas