Conecte-se conosco

Política

Cooperativa vem a Nova Serrana prestar esclarecimentos sobre contrato com o executivo

Avatar

Publicados

em

Após denúncias feitas na Câmara de Nova Serrana, representante da cooperativa que presta serviços de transporte para executivo usa a tribuna para esclarecer polêmicas e atuação da empresa

Na última reunião ordinária da Câmara de Nova Serrana a tribuna da casa foi usada pelo senhor Newmam Alves dos Santos, advogado da Cooperativa Global, empresa que tem contrato de prestação de serviço firmado com o executivo municipal e que foi alvo de denúncia na última semana por um servidor demitido da instituição.

Na ocasião o advogado da empresa usou seu tempo em tribuna para dar considerações sobre a atuação da empresa, sua ligação com Nova Serrana, a relação entre o secretariado e tirar duvidas dos edis sobre o contrato firmado por adesão de processo licitatório firmado pela prefeitura de Nova Serrana.

O advogado iniciou seu discurso explicando aos edis como é construída a cooperativa. “A cooperativa é uma associação de pessoas que se uniram para prestarem serviço no transporte, em sua composição ela foi formada por pessoas com experiência no ramo do transporte com 30, 40 anos, então apesar de termos sido oficialmente abertos em 2017, temos conhecimento profissional sobre as áreas as quais atuamos”. Disse o advogado.

Seguindo em seu pronunciamento o representante da empresa defendeu a lisura do processo e afirmou que nenhum contrato seria firmado de forma irregular. “Eu não endossaria qualquer contrato que fizesse afronta a lei devido a minha formação profissional e cristã. Nós não temos a intenção de burlar nenhum tipo de legislação, ao contrario tudo é feito no principio da legalidade e da moralidade”. Justificou.

Sobre a relação da empresa com o secretário de governo o qual tem seu filho como funcionário da cooperativa licitada, o advogado da Global afirmou que todo o processo foi direcionado pelo secretário de obras. “Em Nova Serrana tivemos contato apenas com o secretario senhor Hedy Wilson, já ouvi o nome do prefeito, mas pessoalmente nunca fiz tratativa com ele. O senhor hedy é o único secretário com quem nós tratamos. É importante ressaltar que o gestor local não tem autonomia de gerência sobre os contratos, o gestor aqui não tem poder pois ele é um assistente administrativo, todas as decisões são feitas entre o secretario gestor da prefeitura e o CEO da empresa”. Pontuou o advogado.

Finalizando o advogado ainda afirmou que o objetivo da empresa no município é de prestar serviços e cooperar com a comunidade. “Estamos aqui buscando uma parceria com a comunidade. O espirito do cooperativismo é esse e juntos somos mais fortes”. Finalizou seu pronunciamento.

 Esclarecimentos

Sendo o jornal O Popular o único da cidade a noticiar e acompanhar a denúncia em questão, a Global encaminhou ainda pelo seu jurídico uma nota de esclarecimento sobre a atuação da empresa.

Confira abaixa na integra o comunicado encaminhado pela cooperativa.

A COOPERATIVA DE TRANSPORTES GLOBAL LTDA, com base na Lei 13.188, de 11/11/2015, notadamente no Art. 2º e ss., vem, respeitosamente, Requerer o “direito de resposta”, nos moldes do inciso I do Art. 4º da mesma lei, fazendo, nos seguintes termos:

A Cooperativa de Transportes Global Ltda., conforme Art. 1º do seu estatuto, rege-se pelos valores e princípios do cooperativismo, pelas disposições legais, pelas diretrizes da autogestão e pelo próprio estatuto.

O objeto social da Cooperativa de Transportes Global é a prestação serviços de transporte, em suas diversas modalidades e afinidades, conforme estatuto social devidamente registrado na JUCEMG e na OCEMG.

Para atingir seus objetivos sociais, a Cooperativa de Transportes Global, conta em seus quadros com vários profissionais, oriundos, na sua maioria, de empresas privadas, com experiencia de mais de 30, 40 anos no ramo de transportes.

Os cooperados reunidos através da Cooperativa, contratam serviços, organizando os trabalhos de modo aproveitar as capacidades dos cooperados, os distribuindo conforme suas aptidões e interesses coletivos.

Assim, para se desincumbir de suas atribuições, os candidatos à cooperado, são selecionados e aderem ao sistema cooperativo, sem discriminação política, racial, religiosa, de gênero e social.

As contratações com o Poder Público são impessoais e se submetem aos rigores da Lei 8.666, a chamada “Lei das Licitações”, prestando atualmente serviços em diversas localidades, dentre elas Nova Serrana.

Como a Cooperativa tem sua base administrativa na cidade de Coronel Fabriciano, nos locais onde atua, após análise de currículos, contrata preposto, sendo esse o elo de ligação local entre a Cooperativa e os cooperados.

Finalmente, a COOPERATIVA DE TRANSPORTES GLOBAL, pretende estabelecer com a empreendedora população de Nova Serrana, marco do centro-oeste mineiro, através do cooperativismo, uma relação de parceria e transparência.

Mais lidas